sábado, 16 de Dezembro de 2017
bannerAbs

Notícias / Local

Polícia Ambiental flagra pessoas pescando em local proibido no Rio do Peixe

19/11/2017

08h06



Redação Bastos Já - com informações da Polícia Ambiental

Na última terça-feira, dia 14, duas pessoas, que não tiveram idades e locais de moradia revelados, foram flagradas pescando em local proibido no Rio do Peixe, no município de Parapuã. Os homens ainda tentaram fugir, porém, foram detidos e irão responderão por crime ambiental. Foram apreendidos 12 quilos de peixes e uma tarrafa de nylon de 2,5 metros de altura.

Segundo informações, uma equipe do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental, destacados na Base Operacional de Tupã, realizava a Operação Piracema e fazia patrulhamento embarcado no Rio do Peixe. Em determinado ponto do rio, os policiais surpreenderam as duas pessoas pescando em local proibido. Ao avistarem a embarcação dos policiais, os pescadores empreenderam fuga pela mata, mas foram localizados há alguns metros do local.

Foram elaborados autos de infração ambiental, no valor de R$ 940,00 cada um, “por pescar em local no qual a pesca seja proibida”. Os pescados, por apresentarem condições de soltura, foram libertos em seu habitat natural. A Polícia Ambiental informou ainda que os infratores responderão por crime ambiental previsto no artigo 34 da Lei Federal 9.605/98, o qual prevê pena detenção de um ano a três anos ou multa, ou ambas as penas cumulativamente.

A Polícia Ambiental orienta que as pessoas podem fazer denúncias através dos telefones 0800-0555-190, 181 (Disque Denúncia), Emergência 190, ou ainda diretamente às unidades da Polícia Militar Ambiental pelos telefones (14) 3433-7199 – Marília, (14) 3496-5884 – Tupã, (18) 3323-5111 – Assis e (14) 3322-3077 – Ourinhos. 


Veja também:
© Copyright 2012 BASTOS JÁ. Política de Privacidade | by designer - E.I.G Soluções