sábado, 20 de Janeiro de 2018
bannerAbs

Notícias / Esportes

Jair promete Santos ofensivo e em busca de títulos: ‘’Não tem como mudar essa história’’

09/01/2018

13h09



Fonte: sportv.globo.com

Depois de um ano e meio como técnico do Botafogo, Jair Ventura assumiu o Santos para a temporada. O novo treinador do Peixe afirmou que terá um time ofensivo, por causa do estilo de jogo histórico do time da Vila Belmiro. Segundo Jair, a atmosfera "empurra" para que o Santos seja sempre um time voltado para o ataque.

- Não tem outro jeito, a atmosfera já te empurra. A torcida te empurra. A gente vai ser super ofensivo, não tem como mudar essa história. Isso não é de agora, é a história do Santos. Você pode ser um time ofensivo, mas organizado, tático, com intensidade, com jogo coletivo. É isso que a gente quer fazer - disse Jair Ventura, no "Bem, Amigos!".

O técnico afirmou também que ficou impressionado com a sala de troféus da Vila Belmiro, por isso não pode ter um pensamento diferente de conquistar títulos.

- Eu contei para os jogadores. Eu não sou aquele treinador de contar muita história, de resenha. Eu sou muito objetivo. Você entra no Santos e começa ver isso tudo: tricampeão da Libertadores, bicampeão mundial, oito títulos brasileiros, Recopa, Copa do Brasil. Eu não posso pensar em outra coisa a não ser título. Não tem jeito.

Perguntado se em 2018 o Santos começa como a "quarta força" de São Paulo, após as saídas de Lucas Lima e Ricardo Oliveira, Jair Ventura brincou que esperava um ano igual ao do Corinthians de 2017. No entanto, elogiou o elenco atual e afirmou que a diretoria ainda busca reforços para o ano.

- Se é para ser quarta força, que seja igual a eles, aí vale a pena ser (risos). É uma camisa que enverga varal. O Santos não pode estar abaixo nunca, pela história, pela grandeza. Tivemos duas perdas significativas, todo mundo sabe, mas o grupo é muito bom. Temos o Gustavo (Vieira de Oliveira, gerente de futebol), que é um excelente profissional e está trabalhando.

Jair Ventura também elogiou a boa recepção que teve no Santos e ainda o pedido da torcida do Peixe para que ele assinasse com o clube.

- É outro gigante, não só braisleiro, mundial. Eu troquei um gigante por outro. Estou encarando um novo mercado, um grande centro. É importante, para poder apresentar meu trabalho mais de perto. Estou muito feliz. Fui bem recebido, as pessoas foram super receptivas. A torcida, antes mesmo de acertar, eu vinha acompanhando, e eles pediam o meu nome. Isso foi importante, o carinho antes mesmo de eu chegar, as declarações do presidente, que eu tinha a cara do Santos. Foi uma decisão difícil, eram 10 anos de Botafogo. Mas achei que era hora de trabalhar em outro grande centro. Estou muito contente, muito feliz. Espero retribuir essa expectativa, essa confiança, com títulos e também marcar minha história.

O Santos estreia no Paulistão no dia 17 de janeiro contra a Linense no Gilbertão.

Veja também:
© Copyright 2012 BASTOS JÁ. Política de Privacidade | by designer - E.I.G Soluções