quinta-feira, 15 de Novembro de 2018
bannerAbs

Notícias / Nacional

INSS começa a modificar forma dos benefícios serem pedidos

11/05/2018

10h09

Por Jornal Folha do Povo (Tupã)

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está tomado uma série de medidas para modernizar os serviços e melhorar o atendimento aos cidadãos. Dentro de algumas semanas, alguns serviços que antes eram realizados no atendimento espontâneo das agências passarão a ser prestados com dia e horário marcados, por meio de agendamento, pelo Meu INSS ou telefone 135.

A Central de Serviços Meu INSS é uma ferramenta criada para facilitar a vida dos segurados. O Meu INSS é acessível por meio de computador ou celular. A ferramenta permite fazer agendamento e realizar consultas. O segurado acessa e acompanha todas as informações da sua vida laboral (ou seja, sua história de trabalho) como dados sobre contribuições previdenciárias, empregadores e períodos trabalhados.

Para utilizar esses serviços é necessário se cadastrar e obter senha no próprio site. Os cadeados na página indicam quais os serviços precisam de senha. Em caso de dúvida, é possível ligar para o telefone 135.O site também disponibiliza serviços que não precisam de senha, como o agendamento para dar entrada em benefícios no INSS e marcação de perícia médica.

Dentre os serviços que passarão a ser agendáveis estão a alteração do meio de pagamento do benefício, atualização de dados cadastrais, mudança da agência de relacionamento, desistência de aposentadoria, cadastro de Procuração, solicitação de pagamento não recebido, solicitação de desbloqueio do benefício para empréstimo.

O agendamento desses serviços representa conforto, agilidade e segurança para os segurados, pois mitiga indícios de irregularidades já que todas as informações do segurado precisam estar nos sistemas do INSS para que o serviço seja prestado. Além disso, abre-se o caminho para sua automatização, ou seja, serem realizados a distância.

Entre os serviços que passarão a ser agendáveis no Meu INSS, está a possibilidade de pedir revisão e recurso diretamente pelo Meu INSS. Pelo mesmo canal também é possível conseguir cópia de processos eliminando, assim, a necessidade de o segurado imprimir os documentos.

Com a possibilidade de pedir revisão ou recurso pelo Meu INSS, agora o segurado consegue realizar todas as fases do pedido – requerimento, recebimento, revisão ou recurso, manutenção – sem precisar sair de casa. “Trata-se de uma mudança de paradigma. Será possível ao segurado acompanhar todas as fases do pedido, do início ao fim, pela internet”, afirma Francisco Lopes, presidente do INSS. Ele explica ainda que, ao agendar os serviços, o cidadão saberá o momento de ir à agência para ser atendido, evitando que a espera nas unidades se estenda. “Isso proporcionará um atendimento mais personalizado para a população”, acrescenta Lopes.

O INSS também está mudando a forma de os segurados pedirem os benefícios. O modelo convencional, em que o segurado precisa ir à agência para levar documentos e formalizar o pedido, será substituído, nos casos em que for possível, pelo modelo em que os segurados só vão ao INSS se forem chamados.

Os primeiros serviços que passarão a ser pedidos inteiramente dessa forma são o Salário-Maternidade e Aposentadoria por Idade (urbanos). Até o fim deste mês, com a mudança do fluxo, todos os pedidos por esses serviços serão registrados com sucesso e, somente nos casos em que for necessário, o segurado irá à agência do INSS. Depois, bastará aos segurados acompanhar o pedido pela internet ou telefone.

O Meu INSS já tem mais de sete milhões de usuários cadastrados. Permite ao cidadão acompanhar o andamento do seu pedido sem sair de casa, consultar extratos e ter acesso a vários serviços do INSS. Ao fazer o cadastro, é bom ter em mãos documentos e Carteira de Trabalho, pois algumas perguntas são realizadas para conferir a identidade do usuário tais como datas de recebimento de benefícios ou de realização de contribuições, nomes de empresas onde trabalhou e valores recebidos. Se errar mais de uma pergunta, o segurado pode aguardar 24 horas para tentar novamente ou ligar para o 135 e, em último caso, ir à agência do INSS.

Veja também:
© Copyright 2012 BASTOS JÁ. Política de Privacidade | by designer - E.I.G Soluções