terça-feira, 16 de Outubro de 2018
bannerAbs

Notícias / Esportes

Entenda por que Tite convocou Danilo e Fagner após lesão de Daniel Alves

15/05/2018

12h27

Fonte: globoesporte.globo.com

Em nenhum momento a seleção brasileira escondeu o duro golpe da perda de Daniel Alves, o principal dos capitães de Tite, o mais vitorioso jogador da história. Ele era o dono da lateral direita, mas, impossibilitado de atuar por cerca de seis meses por causa de uma grave lesão no joelho direito, o veterano abriu caminho para Danilo, do Manchester City e Fagner, do Corinthians.

Por que eles?

Os dois venceram uma concorrência que tinha também Rafinha, do Bayern de Munique. Após o veto do médico Rodrigo Lasmar à convocação de Daniel Alves, só esses três nomes foram debatidos. A opção foi pelo entendimento de Fagner, íntimo da ideia de jogo dessa comissão técnica desde os tempos de Corinthians, e pela fase de Danilo no Manchester City, tido como equipe que exibiu o futebol mais vistoso do mundo sob comando de Pep Guardiola.

Danilo

Viveu uma gangorra na Seleção de Tite. Demorou mais de um ano para ser chamado pela primeira vez, na rodada final das eliminatórias, em outubro do ano passado. Voltou nos amistosos de novembro e teve, contra o Japão, sua única chance de jogar. Na vitória por 3 a 1, ele deu uma assistência para Gabriel Jesus.

Depois, proporcionalmente à dificuldade que teve para se impor no lado direito do City, foi caindo na cotação da Seleção, mas os últimos dois meses impulsionaram o lateral, que, na visão do auxiliar técnico Cleber Xavier, tem uma característica semelhante à de Daniel Alves: a construção pelo meio.

– O Danilo, na reta final (da temporada) com o City, jogou por dentro, como um construtor, fechando com a posse de bola. Pela característica de força física dele, saindo na ultrapassagem (pelo lado) para dar essa condição (ofensiva) que o Dani já não dava tanto. O Dani tinha o jogo por dentro mais qualificado em relação ao dele – disse o braço-direito de Tite.

Para entender a "ultrapassagem", basta assistir ao gol de Gabriel Jesus sobre os japoneses, com assistência de Danilo, no último mês de novembro.

Fagner

Titular do Corinthians campeão brasileiro de 2015 com Tite no comando, o lateral-direito sempre foi considerado um jogador muito agressivo em suas movimentações, mas a comissão técnica vê agora uma inteligência maior em sua tomada de decisões. É como se ele conseguisse equilibrar melhor suas ações em campo.

– Ele também tem essa condição de nos dar esse jogo trabalhado, construído por dentro, além da questão defensiva. O Fagner, no enfrentamento de um contra um, é muito forte. E o Danilo também, com a bola aérea – ressaltou Cleber Xavier.

Essa foi a nona convocação de Fagner com Tite, número igual ao da maioria dos titulares, e que justifica sua permanência no grupo da Copa do Mundo.

Danilo x Fagner

Como o corintiano ainda se recupera de lesão no músculo posterior da coxa direita, Tite admitiu que Danilo inicia a fase de preparação um pouco à frente na disputa pela vaga de titular, mas "sem assegurar nada", frisou o treinador.

O preparador físico Fábio Mahseredjian e o médico Rodrigo Lasmar não deram prazo para que Fagner faça as mesmas atividades do restante do grupo, que se apresenta no próximo dia 21, na Granja Comary. É possível que isso só aconteça em Londres, na segunda etapa de treinos, a partir do dia 28. Nesse período, Danilo terá "gordura" para convencer Tite e seus pares de que merece começar jogando contra a Suíça, no dia 17 de junho, a estreia brasileira na Copa do Mundo.

 

Veja também:
© Copyright 2012 BASTOS JÁ. Política de Privacidade | by designer - E.I.G Soluções