quinta-feira, 18 de Outubro de 2018
bannerAbs

Notícias / Regional

Quadrilha que assaltou família em Tupã levantou informações em site de telefonia celular, diz polícia

17/09/2018

09h47



Por Mariana Bonora, G1 Bauru e Marília

A quadrilha presa na sexta-feira (14) em Bauru (SP) após assaltar uma família de chineses em Tupã levantou informações sobre as vítimas no site de uma empresa de telefonia celular, segundo as investigações da DIG de Tupã, responsável pelo caso (veja aqui).

De acordo com a delegada titular da DIG, Milena Davoli, os criminosos fazem buscas nesses sites com os sobrenomes de famílias orientais e tentam levantar informações sobre eles.

“Os orientais não costumam utilizar bancos, por isso são alvos dessas quadrilhas, eles levantam as informações sobre as famílias e planejam o roubo”, explica.

Em depoimento, um dos criminosos disse que por meio do site conseguiram o telefone e algumas informações sobre os chineses e a partir daí eles ligam para a pessoa e inventam histórias para conseguir levantar os dados sobre a família, entre eles o endereço.



Ainda segundo o depoimento do criminoso, ele e mais três pessoas participaram do planejamento do roubo e uma quarta seria o motorista. Eles saíram de São Paulo com destino a Tupã e esperaram que o dono da casa saísse e invadiram o local.

No imóvel, havia um idoso e outras pessoas que foram amarradas em um dos cômodos. Eles fugiram levando joias, R$ 5 mil e mais uma quantidade não divulgada de moeda estrangeira.

O ladrão confirmou a tática da quadrilha de procurar alvos estrangeiros, em especial os orientais, pelo fato de guardarem dinheiro em casa.

“Sobre essa maneira de buscar chinês em site de telefonia a conheço desde 2008 e aprendi com colegas já presos. Eu conheço a rotina e os gostos dos estrangeiros e por isso dou preferência para os empresários que guardam dinheiro e objetos preciosos em casa”, diz o depoimento que foi anexado ao processo.

Os cinco criminosos fugiram em um carro de luxo que foi furtado dias antes em São Paulo, mas foram presos em Bauru. Eles passaram por audiência de custódia e tiveram a prisão em flagrante convertida em preventiva.

Dois dos homens presos já haviam cumprido pena por roubo no Paraná e um outro era procurado pela Justiça, também por roubo. Eles vão responder por roubo e formação de quadrilha.

Veja também:
© Copyright 2012 BASTOS JÁ. Política de Privacidade | by designer - E.I.G Soluções