domingo, 20 de Janeiro de 2019
bannerAbs

Notícias / Nacional

Caixa reabre linha de crédito imobiliário pró-cotista com juros maiores e orçamento menor

09/01/2019

06h28



Por Darlan Alvarenga, G1

A Caixa reabriu na semana passada a linha de crédito imobiliário pró-cotista, financiada com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), com juros mais altos e orçamento menor do que o de anos anteriores. Com o aumento, a linha deixou de ser a opção mais vantajosa para o consumidor que não se enquadra nas regras do programa Minha Casa Minha Vida.

Historicamente, a linha pró-cotista oferecia as menores taxas para quem estava fora do programa habitacional do governo. Agora, as novas taxas mínimas já superam o que é cobrado nos empréstimos tomados no Sistema Financeiro Habitacional (SFH).

De acordo com a Caixa, os juros da linha pró-cotista subiram para a faixa de 8,76% a 9,01% ao ano. Antes, estavam entre 7,85% e 9,01% ao ano. Na contramão, as taxas mínimas do SFH foram reduzidas de 9% ao ano para 8,75% ao ano no mesmo período.

O aumento das taxas da linha pró-cotista foi definido em 20 de dezembro, ainda na administração de Michel Temer, segundo a Caixa. "A modificação da taxa ocorreu em 20 de dezembro de 2018, em virtude da redefinição dos descontos concedidos aos clientes que possuem relacionamento com o banco", informou o banco por meio de nota.

Caixa já pratica juros de mercado no crédito imobiliário

Os recursos da linha pró-cotista costumam se esgotar antes do fim do ano. Em 2018, a linha para a compra de imóveis usados foi encerrada em julho.

O novo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse na segunda-feira, durante a cerimônia de posse no comando do banco, que a classe média terá de pagar juros de mercado para o financiamento habitacional. Nesta terça-feira (8), ele negou que os juros vão subir.

Clique aqui e veja comparativo de juros para financiamento de imóvel residencial

Veja também:
© Copyright 2012 BASTOS JÁ. Política de Privacidade | by designer - E.I.G Soluções