segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
bannerAbs

Notícias / Regional

Caged: Em fevereiro, Tupã ficou em 65º no ranking de emprego

25/03/2013

 

09h57

Semanalmente, o Ministério do Trabalho e Emprego divulga a pesquisa do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), dando a posição dos municípios em relação aos números de admissões e demissões dentro do mercado de trabalho.

Atualmente, o município de Tupã ocupa a 65ª posição no ranking do emprego. É uma das melhores posições da região, e também uma das melhores conseguidas nos últimos tempos. No mês passado, foram registrados 750 empregos formais e 551 desligamentos. Houve, assim, um saldo positivo de 199 empregos. Em relação a janeiro, Tupã subiu 207 posições no ranking de emprego, já que estava em 272º lugar.

Na região

Confira os dados do Caged do mês de fevereiro de alguns municípios da região: Quatá, 208º lugar, com 79 admissões, 59 desligamentos e saldo positivo de 20; Parapuã, 258º lugar, com 57 admissões, 56 desligamentos e saldo positivo de 1; Pompéia, 110º lugar, com 290 admissões, 182 desligamentos e saldo positivo de 108; Bastos, 197º lugar, com 232 admissões, 206 desligamentos e saldo positivo de 26; Rancharia, 62ª posição (a melhor da região), com 492 admissões e 287 desligamentos, com saldo positivo de 205; Rinópolis, 234º lugar (a pior da região), com 76 admissões e 67 desligamentos, com saldo positivo de 9; Lucélia, 99º lugar, com 310 admissões e 184 desligamentos, com saldo positivo de 126; e Osvaldo Cruz, 150º lugar, com 307 admissões e 245 desligamentos, com saldo positivo de 62.

No Brasil

O mercado de trabalho brasileiro gerou em fevereiro 123.446 postos formais de trabalho, um aumento de 0,31% em relação ao estoque do mês anterior. Esse crescimento é resultado da geração de 1.777.411 admissões contra 1.650.965 desligamentos ocorridos no mês. Segundo avaliação técnica, esse resultado, comparativamente aos obtidos nos últimos meses, apresenta-se mais próximo da média.

Segundo o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, essa expansão pode indicar uma reação do mercado de trabalho, acenando para um cenário positivo no ano. “Mas ainda é cedo para fazermos especulações”, disse.

No acumulado do ano o emprego cresceu 0,43%, um acréscimo de 170.612 novos postos de trabalho, sendo que nos últimos 12 meses esse patamar alcançou 1.116.340 novas vagas, uma expansão de 2,89% no número de empregos celetistas no País.

Fonte: Jornal Diário de Tupã

Veja também:
© Copyright 2012 BASTOS JÁ. Política de Privacidade | by designer - E.I.G Soluções