sábado, 21 de Outubro de 2017
bannerAbs
Avicultura

Avicultura é a base da economia de Bastos

Atual símbolo de Bastos, a avicultura começou a dar seus primeiros passos na década de 30 sem quaisquer recursos técnicos. O crescimento do setor foi acelerado de 1957 em diante, quando pouco a pouco o número de granjas começou a aumentar fazendo com hoje a produção de ovos no município excede amplamente qualquer outra do país.

A evolução da avicultura ocorreu da seguinte forma: os primeiros moradores de Bastos instalaram-se no final da década de 1920, sendo constituída de imigrantes japoneses, tendo como principal objetivo a colonização.A primeira atividade a ser desenvolvida foi a agricultura, envolvendo a cultura de café; depois veio o algodão, posteriormente, a sericicultura, esta passandopor uma crise após o término da Segunda Guerra Mundial.

No início da década de 1940, Yosakiti Yoshida começou a visitar a avicultura de outras áreas mais desenvolvidas, a fim de iniciar a atividade em sua propriedade. A criação, inicialmente, não tinha fins comerciais. A avicultura passou, no começo, por certas dificuldades, mas tudo foi superado. Com a evolução da avicultura de postura, iniciou-se depois a modernização do setor, inclusive com a criação coletiva de aves e, desta, para a criação em gaiolas.

Só depois da Revolução de 64 que a situação de Bastos começa a ficar boa (apesar de começar a inflação) e de repente o preço dos ovos aumenta. A primeira granja de Bastos foi instalada por Kisuke Watanabe. "Antigamente as granjas não eram bonitas como hoje. Tudo era feito manualmente. Os avicultores improvisavam com o martelo e montavam gaiolas de madeira.

Quem começou a fazer isso foi o sr. Ozawa e depois o sr. Mizumoto e bem mais tarde o sr. Yabuta. Naquele tempo já tinha mais ou menos 50 a 60 casas comerciais". Bastos possui aproximadamente 100 granjas avícolas, plantel de 8 milhões de aves, sendo 5,6 milhões em produção e 2,4 milhões em formação; produção de 4.200 milhões de ovos por dia, o que resulta em uma produção de 1.533 bilhões de ovos por ano, ou seja, 48,6 ovos por segundo; responsável por 26,5% da produção do Estado e 10,5% da produção do País; consumo mensal de ração balanceada: 20 mil toneladas; consumo mensal de milho: 12.150 toneladas; a avicultura emprega 1.500 pessoas no município.

© Copyright 2012 BASTOS JÁ. Política de Privacidade | by designer - E.I.G Soluções