Fechar
Região

Polícia Civil de Tupã realiza operação de combate ao tráfico de drogas

28 de Maio de 2020

06h14

Redação Bastos Já

A Polícia Civil de Tupã, através da Delegacia de Investigações Gerais (DISE), desenvolveu nova ação de combate ao tráfico de entorpecentes na cidade. Na manhã desta quarta-feira, dia 27, policiais civis cumpriram dois mandados de busca e aprenderam maconha e cocaína e prendeu um casal por envolvimento com tráfico de drogas.

Segundo o delegado titular da Dise de Tupã, Flávio Delgado de Melo, no início do dia “a equipe de policiais esteve em uma residência localizada no Jardim América, onde havia denúncia de tráfico de drogas. No imóvel, foram localizadas pequenas porções de maconha, tendo o morador admitido ser usuário e que a droga seria para seu consumo. Foi encaminhado à DISE, elaborado termo circunstanciado de porte de drogas e o autor liberado mediante assinatura de termo de compromisso”.

O delegado tupãense informou ainda que na Vila Lahoz a equipe da DISE cumpriu mandado de busca, “haja vista denúncia de tráfico de drogas. Na residência foi localizado um casal e no quarto apreendidas porções de maconha, de cocaína e dinheiro. No carro do casal, foi localizado mais um tablete de maconha. Foram conduzidos à DISE, onde foram autuados em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico, e aguardam decisão de audiência de custódia”.

Flávio Delgado de Melo destacou que as buscas foram solicitadas após investigações desenvolvidas pela DISE, “com o intuito de coibir o tráfico de drogas, após recebimento de denúncias e informações. O trabalho incansável dos policiais civis da DISE resultou assim na prisão de mais dois indivíduos envolvidos com o tráfico de drogas e a retirada de circulação de drogas e dinheiro obtido com o crime”.

O delegado salientou que a DISE continua recebendo as informações “e os policiais não medem esforços para analisá-las e apurá-las com todo critério e, invariavelmente acabam resultando na prisão de indivíduos que prejudicam a sociedade”, finalizou o Flávio Delgado de Melo.