Fechar
Esportes

Entenda as situações de Pablo e Liziero no São Paulo para o segundo jogo da final do Paulistão

15 de Abril de 2019

13h32

Fonte: globoesporte.globo.com

Pablo e Liziero podem desfalcar o São Paulo para a segunda final contra o Corinthians, domingo, às 16h, na Arena do rival.

O caso de Liziero é praticamente descartado. Ele sentiu uma lesão muscular na coxa esquerda durante treinamentos na última semana, no CT da Barra Funda. Portanto, o jogador não deverá retornar.

– Depende do resultado do exame (Liziero jogar no próximo domingo). Ele tem alguma coisa. Ele é um guerreiro. Ontem (sábado), quando falei com ele, vinha às lágrimas, porque infelizmente estava impossibilitado – disse Cuca.

Pablo, por sua vez, tem retorno considerado difícil. O atacante sofreu uma pancada na panturrilha durante a primeira semifinal contra o Palmeiras, no Morumbi, e o local ficou inchado. Ele sente muitas dores, mas não teve uma lesão diagnosticada.

O atacante do São Paulo chegou a tentar voltar a treinar no campo, mas não conseguiu por conta dessas dores. Por isso, Pablo desfalcou o time na segunda semifinal (diante do Palmeiras) e na primeira decisão (contra o Corinthians).

– Entramos com um centroavante de área, velocidade pelos lados e por dentro. Mais aberto que isso é impossível. Se fizer mais diferente, perde o jogo. Perdendo a bola, tentamos a roubada no campo de ataque, mas as equipes são iguais. Estamos atrás do Corinthians, em formação, descobrindo valores e perdendo Pablo, Liziero, o Hernanes até hoje (domingo). Estamos achando alternativas. Não é o ideal não ter feito gol nos últimos três jogos, mas é um processo natural. Não adianta sair como louco. Estamos buscando esse equilíbrio e falta a parte final. Isso vai requerer um tempo a mais – disse Cuca.

Por outro lado, o São Paulo conta com o reforço de Hernanes. O Profeta entrou no intervalo da primeira final e foi elogiado. Ele estará à disposição para a decisão na Arena Corinthians.

Sem Liziero e Pablo, um possível time do São Paulo para a segunda final é o seguinte: Tiago Volpi; Hudson, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Everton (Nenê) e Igor Gomes (Helinho); Antony, Gonzalo Carneiro (Hernanes) e Everton Felipe.