segunda-feira, 21 de Maio de 2018
bannerAbs

Notícias / Esportes

Palmeiras vence peruanos, amplia 100% e embala para final

04/04/2018

01h39



Fonte: www.terra.com.br

A Taça Libertadores é obsessão (mas talvez não seja prioridade esta semana). Nesta terça-feira, o Palmeiras recebeu o Alianza Lima no Allianz Parque, impôs seu típico ritmo de Libertadores e não teve dificuldades para vencer por 2 a 0. Thiago Martins e Miguel Borja marcaram os gols.

Antes de a bola rolar, a dúvida passava pela cabeça de todos os torcedores no Allianz Parque: 'o Palmeiras deveria ou não ir com força máxima para o jogo desta noite?'. Um sentimento também era unânime entre os presentes: 'expectativa sem tamanho para o clássico de domingo, que definirá o Campeonato Paulista'. Pois em campo, ao palestrinos focaram no que era prioridade até poucas semanas atrás.

Poupando apenas Marcos Rocha, Victor Luis, Bruno Henrique e Willian (este ficou no banco), Roger Machado manteve sua base titular e escalou Mayke, Diogo Barbosa, Moisés e Keno na vaga dos citados. Mostrando a força do elenco alviverde, porém, a atuação da equipe não sofreu alterações.

Desde o primeiro minuto, o Palmeiras empurrou o Alianza Lima para seu campo defensivo. Os peruanos até vieram com três atacantes para o duelo, mas a ofensividade ficou apenas no papel. Na primeira chance alviverde, Lucas Lima cobrou falta, Antônio Carlos cabeceou na trave direita e Thiago Martins apenas empurrou para o gol vazio no rebote.

O time mostrava concentração na partida, mas a torcida não precisava seguir o mesmo discurso e, com o início animador, já emendou: "Olêlê, olálá, se segura gambazada que o bicho vai pegar". E se as arquibancadas clamavam por um treino aberto ao público antes do clássico decisivo de domingo para apoiar o time, tiveram a oportunidade nesta terça, já que o Palmeiras em ritmo de treinamento (o que não quer dizer lento) em campo.

Borja acertou a trave, Dudu teve grande chance e o Palestra só não ampliou na primeira etapa por apresentar um problema já rotineiro, o cansaço. Nos minutos finais, Dudu chegou a parar em campo com as mãos na cintura, Keno, Lucas Lima e Felipe também foram para o intervalo exaustos.

A partida poderia ficar perigosa na etapa final devido ao desgaste físico dos atletas, mas Borja fez questão de afastar qualquer problema antes que o relógio completasse um minuto. Keno avançou pela esquerda passando por toda a defesa até chegar à linha de fundo e chutou para o meio da área, Prieto falhou feio e o colombiano, com apenas um toque, mandou para as redes.

Com a vantagem ainda maior no placar, o Palmeiras diminuiu o ritmo. Seguiu buscando o ataque e o terceiro gol, mas com menos ímpeto. Do outro lado, o Alianza Lima cresceu no jogo em termos de posse de bola, mas pouquíssimo no que tange à criação de jogadas.

Na metade final do duelo, Deyverson, Guerra e Tchê Tchê entraram nas vagas de Borja, Lucas Lima e Diogo Barbosa. A torcida, já celebrando mais um triunfo, só queria saber de uma coisa: "Ôôôôôô é dia 8!".

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 0 ALIANZA LIMA
Local: Estádio Allianz Parque, em São Paulo-SP
Data: Terça-feira, 03 de abril de 2018
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: José Argote (VEN)
Assistentes: Carlos López e Luis Murillo (VEN)
Público: 30.456
Renda: R$ 2.903.370,96
Cartões amarelos: Duclós (ALIANZA LIMA)
GOLS
PALMEIRAS: Thiago Martins, aos dez minutos do primeiro tempo; Miguel Borja, no primeiro minuto da etapa final

PALMEIRAS: Jailson; Mayke, Thiago Martins, Antônio Carlos e Diogo Barbosa (Tchê Tchê); Felipe Melo, Moisés e Lucas Lima (Guerra); Dudu, Keno e Borja (Deyverson)
Técnico: Roger Machado

ALIANZA LIMA: Daniel Prieto; Cotrina, Gonzalo Godoy, Miguel Araujo e Francisco Duclós; Rinaldo Cruzado, Tomas Costa, Mario Velarde (Quevedo), Luis Ramírez e Carlos Ascues; Leyes (Hohberg)
Técnico: Pablo Bengoechea

 

Veja também:
© Copyright 2012 BASTOS JÁ. Política de Privacidade | by designer - E.I.G Soluções