Fechar
Região

SP-294 Adamantina: edital traz duplicação, trevos, passarelas, SAU e nova base para PM Rodoviária

25 de Julho de 2019

16h38

Fonte: Siga Mais

O edital de concorrência internacional para concessão do Lote Piracicaba – Panorama, que inclui a duplicação do trecho da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294) entre Marília e Panorama, contempla para Adamantina, também, a construção de novos trevos de acesso, duas passarelas, base do SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário) e a construção de nova base para a Polícia Militar Rodoviária.

Os detalhes foram levantados no Estudo de Viabilidade Técnico-Econômica (EVTE), um dos anexos do edital, lançado nesta quinta-feira (25), que prevê investimentos de R$ 14 bilhões em obras a serem realizadas ao longo de 30 anos de contrato. No total são 1.273 quilômetros de rodovias que serão modernizadas e ampliadas entre a cidade de Piracicaba e Panorama.

Os investimentos foram priorizados na modelagem e grande parte das contribuições das seis audiências públicas e do processo de consulta pública foi acolhida. Dos R$ 14 bilhões previstos, cerca de R$ 1,5 bilhão serão investidos nos dois primeiros anos de contrato.

O lote Piracicaba-Panorama é composto pela malha de 218 quilômetros, atualmente operada pela concessionária Centrovias, do Grupo Arteris, cujo contrato vence no início do ano que vem, além de 1.055 quilômetros operados pelo DER-SP, que passarão a receber todas as modernizações do Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo.

Além da SP-294, que está entre as rodovias operadas pelo DER-SP inseridas no pacote de concessão, receberão investimentos trechos das rodovias SP-304, SP-308, SP-191, SP-197, SP-310, SP-225, SP-261, SP-293, SP-331, SP-284 e SP-425, beneficiando diretamente 62 municípios cortados por essa malha.

A versão oficial do edital está disponível para consulta no site da Artesp (www.artesp.sp.gov.br). As propostas serão apresentadas na sede da B3 em novembro. A previsão de assinatura do contrato e início da operação da nova concessionária é no primeiro semestre de 2020.

Melhorias em Adamantina

Para Adamantina, segundo informa o edital, além da duplicação da SP-294, o trecho local receberá uma base do SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário), prevista para ser instalada no km 594+400, na altura do Jardim Adamantina. Está prevista também a demolição e construção de nova base para a Polícia Militar Rodoviária.

Os trevos principal (via de acesso) e que dá acesso ao campus 2 da UniFAI também estão relacionados no pacote de investimentos e serão todos remodelados, inclusive com a instalação de novos viadutos para atender a pista duplicada.

O acesso à rodovia vicinal Plácido Rocha (Lagoa Seca) e ao bairro Tucuruvi não estão relacionados no edital, mas deverão sofrer reconfiguração dentro das obras de duplicação. Todavia, há previsão de um novo trevo e viaduto transversal na altura do km 600+960, pouco após o bairro Tucuruvi, sentido Flórida Paulista.

Pedágios

O edital prevê seis praças de pedágio no trecho da SP-294 entre Marília a Panorama, nos seguintes locais: km 426 (Marília), 477 (Pompéia), 551 (Iacri), 581 (o edital informa a cidade de Osvaldo Cruz, porém o referido marco quilométrico está localizado entre Lucélia e Inúbia Paulista), 623 (Junqueirópolis) e a sexta praça de pedágio no trecho entre Dracena/Panorama).

Outras duas praças de pedágio serão instaladas na Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) entre Parapuã e Martinópolis, que também será recapeada, sendo uma delas na altura do km 400 (entre Parapuã e Martinópolis) e outra na altura do km 433 (entre Martinópolis e Presidente Prudente).

Contorno em Pompéia

Outro destaque do edital de concessão é a construção de um anel viário de 20 km, que irá tirar o traçado da SP-294 da área urbana de Pompeia. Por ser uma área de penhascos, o trecho receberá um conjunto de 13 viadutos e pontes.