Fechar
Região

Homem é acusado de tentar matar a facadas quatro pessoas em Osvaldo Cruz

23 de Setembro de 2019

08h43 (Atualizada às 09h00)

Por G1 Presidente Prudente e TV Fronteira

Um homem de 46 anos é acusado de tentar matar quatro pessoas, neste domingo (22), no Residencia Sotei Furuguem, em Osvaldo Cruz. Ele foi preso e as facas usadas por ele, apreendidas.

De acordo com a Polícia Militar, o homem estava em casa, embriagado, quando se desentendeu com a família. A corporação, então, foi acionada e quando chegou ao local se deparou com a Unidade Resgate que realizava o atendimento às três vítimas.

Inicialmente, a PM identificou três feridos: o filho, de 19 anos, o cunhado, de 51, e a irmã dele, de 52 anos.

De acordo com a polícia, o cunhado sofreu três perfurações (uma no braço esquerdo, tendo oito pontos, na mão direita, tendo 15 pontos, e no peito, tendo dois pontos), a irmã sofre ferimentos na mão direita (sendo sete pontos) e o filho com uma facada na mão esquerda (tendo nove pontos) e outro ferimento em sua mão direita.

As vítimas foram levadas para o Pronto-socorro da cidade, atendidas e liberadas.

Em seguida, os policias identificaram o acusado de ser o autor das facadas e passaram procurá-lo. Após 40 minutos de buscas em um matagal aos fundos do Cemitério, os militares localizaram o suspeito em um buraco. Ele apresentava vários ferimentos causados, segundo ele, por pessoas desconhecidas.

Ele também foi encaminhado para ao Pronto-socorro para atendimento médico e posteriormente liberado.

Durante busca pela casa do suspeito, para localizar a faca utilizada no crime, uma pessoa entregou aos policias a faca e um facão.

Em continuação às buscas, os policias localizaram o pai do suspeito, que também alega ter sido agredido com um soco no peito e apresentava um corte no braço. Ele foi encaminhado para receber atendimento médico.

Conforme a PM, durante a apresentação da ocorrência, várias denúncias anônimas indicavam que o homem preso havia praticado diversos furtos na cidade.

Diante disso, policias foram até uma propriedade rural onde residia o homem e localizaram objetos de procedência duvidosa, que foram apreendidos.

O homem permaneceu detido à disposição da Justiça.