Fechar
Região

Polícia Civil prende em Adamantina criminosos que furtaram vítimas de Osvaldo Cruz mediante fraude

13 de Fevereiro de 2020

08h33

Por: Acally Toledo / Metrópole de Notícias

Na manhã de terça-feira (11), a Polícia Militar de Osvaldo Cruz foi acionada para comparecer na área bancaria, no centro da cidade, onde havia uma vítima de estelionato.

Pelo local, em contato com a vítima, uma mulher de 36 anos, ela informou aos policias que por volta das 10h20 saiu da agência da Caixa Econômica Federal juntamente com seu irmão e cunhada, quando localizaram na via um pacote grande que acharam se tratar de dinheiro.

Neste momento, três homens se aproximaram e começaram a conversar com a vítima, que sem que percebesse, os bandidos acabaram subtraindo a chave do veículo de vítima. Ao retornar ao veículo, ela percebeu que os bandidos levaram seus documentos e do irmão, além de dois celulares e a quantia de R$2 mil que estava em uma bolsa.

Sabendo que não seria o primeiro caso desse tipo de ocorrência pela região, a Polícia Militar acionou os policiais civis de Osvaldo Cruz, que entraram em contato com policiais civis da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) e da DISE (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) de Adamantina, para apoio na localização e prisão em flagrante de três indivíduos que aplicaram o 'golpe da recompensa' na cidade, subtraindo mais de R$2 mil, dois celulares e uma blusa das vítimas.

De pronto, a Polícia Civil de Adamantina iniciou diligências pela região central, identificando três indivíduos em atitude suspeita, sendo que um deles correu em direção a um veículo VW/Gol com placas de Colombo/PR, sendo interceptado pelos policiais e, os outros autores ficaram nas proximidades, quando também foram alcançados por outra equipe.

De imediato um dos indivíduos foi reconhecido pela investigadora da equipe por ter praticado o mesmo tipo de delito em Adamantina no começo de janeiro, cujas investigações mostraram que os autores moram na cidade pertencente à região metropolitana de Curitiba, delito este confessado pelo autor e devidamente reconhecido pela vítima. Do mesmo modo, as vítimas da cidade de Osvaldo Cruz também reconheceram os sujeitos presos.

Diversos delitos na região com o mesmo 'modus operandi' estão sob investigação cujos autores já foram identificados, sendo que os mesmos possuem ligação com os indiciados desta terça-feira. Dos valores subtraídos, recuperou-se em espécie a quantia de R$658 e os demais objetos furtados. No interior do veículo dos infratores encontrou-se também farto material para a confecção dos "pacos" falsos de dinheiro.