Fechar
Região

Após desentendimento, homem é acusado de disparar para o alto em frente a lanchonete em Herculândia

01 de Março de 2020

12h00

Redação Bastos Já

Um homem de 61 anos de idade foi detido na madrugada deste domingo, dia 1, acusado de efetuar disparo de arma de fogo em via pública na cidade de Herculândia. No quintal da moradia do acusado foi apreendido um revólver com seis munições deflagradas. Após o registro da ocorrência, o homem foi liberado, más responderá pelo crime acusado de praticar.

Segundo informações, equipe da Polícia Militar de Herculândia foi acionada na madrugada deste domingo (1), por volta da 01h44 da manhã, para o atender uma ocorrência de agressão em uma lanchonete. No local dos fatos, clientes da lanchonete informaram que um homem, após se desentender com outras pessoas, deixou o local, adentrou um Pálio e, ao passar defronte a lanchonete, efetuou aproximadamente cinco disparos de arma de fogo para o alto.

Os clientes informaram ainda que o acusado fugiu em seguida e revelaram onde o homem residia. Os policiais militares foram ao local e durante patrulhamento pelo bairro localizaram um indivíduo de 61 anos de idade defronte a sua residência. Foi feita a abordagem e nada de ilícito foi localizado com o averiguado, porém, o homem teria confessa que possuía uma arma de fogo e que tinha guardado no quintal de sua residência.

O soldado Moreno e soldado Clóvis localizaram a arma, um revólver calibre .38 de uso permitido e com seis cartuchos já deflagrados. A numeração (número de registro da arma) do revólver, que estava escondido numa pilha de blocos de construção, estava intacta, más o acusado informou que possuía a arma nos moldes antigos (ou seja, antes da lei do desarmamento).

Como o documento estaria irregular nos moldes atuais da lei do estatuto do desarmamento e a documentação estava em nome de um irmão do homem, o acusado foi conduzido a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Tupã, onde o delegado José Luís Junqueira Filho, elaborou o boletim de ocorrência de disparo de arma de fogo em via pública e apreensão de objeto. O homem foi ouvido e liberado.