Fechar
Região

DIG de Tupã recupera 79 bovinos furtados em Promissão; gado avaliado em R$ 250 mil foi apreendido em Herculândia

25 de Maio de 2020

08h17

Redação Bastos Já

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Tupã recuperou 79 animais bovinos que haviam sido furtados em Promissão (SP), na região de Lins, no sábado, dia 23. Os animais foram encontrados em uma propriedade de Herculândia, no domingo (24), e cinco pessoas envolvidas no caso foram identificadas, entre os quais um morador de Parnaso, distrito do município de Tupã, outro de Herculândia e um de Promissão.

Segundo informações da DIG, através da delegada titular Milena Davoli Nabas de Melo, a equipe da delegacia de Tupã recebeu informação da Polícia Civil de Promissão que no sábado, dia 23, ocorreu o crime em uma propriedade rural naquela cidade, quando foram subtraídas 79 cabeças de gado. Foi apurado que um dos envolvidos seria morador em Parnaso.

A delegada informou que rapidamente “a equipe da DIG se mobilizou e após identificar o motorista e o veículo utilizado, saiu a sua procura, localizando-o no citado distrito. Imediatamente confirmou ter realizado o transporte de animais da cidade de Promissão na data de ontem e que os descarregou em uma propriedade na cidade de Herculândia, para onde a equipe se deslocou. No local, foram localizadas as 79 cabeças de gado de propriedade da vítima”.

Milena Davoli Nabas de Melo disse ainda que “foram Identificados os três responsáveis pelo transporte dos animais, os veículos utilizados bem como o comprador, morador de Herculândia. Também foi identificado um morador de Promissão envolvido na negociação do gado e que estava na fazenda no momento em que os animais foram carregados. Os animais foram apreendidos e restituídos à vítima. Todos os envolvidos foram ouvidos e os demais, moradores de outras cidades, identificados”.

A Delegacia de Investigações Gerais de Tupã revelou que o gado furtado está avaliado em R$ 250.000,00 e que, através de inquérito policial a Polícia Civil de Promissão, será apurado a participação e responsabilidade dos envolvidos.

Trabalhou no caso a equipe da DIG composta pela delegada Milena Davoli e investigadores de polícia Marshal Henrique Pacheco, Artur Hermenegildo Filho, Antônio Valentim Gomes, Sérgio Luís D’Agostino Júnior e Marcelo Benites Paveloski".