Fechar
Iacri

Iacri, Herculândia, Queiroz, Rinópolis, Arco-Íris e Tupã terão barreiras sanitárias no final de semana

10 de Junho de 2020

09h43

Fonte: Tupacity - com informações Assessoria Prefeitura de Tupã

Além de Tupã, os municípios de Iacri, Herculândia, Queiroz, Rinópolis e Arco-Íris também terão barreiras sanitárias durante este final de semana. A informação foi confirmada pelo diretor de departamento de Vigilância em Saúde, Robison Pereira, durante entrevista ao TupacityTv.  Os critérios de como irá funcionar a ação, serão definidos por cada município.

A ação foi proposta pelo prefeito de Tupã, Caio Aoqui, nesta segunda-feira (8) durante reunião com prefeitos da região. O fato de Tupã ser a maior cidade da microrregião, faz com que pacientes de outras localidades que eventualmente precisem de leitos de UTI sejam conduzidos para o município.

No último final de semana o sistema esteve quase saturado e por isso, Tupã acendeu a "luz vermelha" e tomou novas medidas para os próximos quatro dias a partir do feriado de Corpus Christi (quinta-feira). Uma das medidas é a implantação, pela quinta vez, da Barreira Sanitária.

Em Tupã, o monitoramento foi montado em um ponto estratégico da cidade e será realizado a partir das 6h de quinta-feira (11). A entrada pela rodovia SP-294 "Comandante João Ribeiro de Barros” será a única via completamente interditada. Já o trevo do Chaparral e acesso pela rua Demétrio Hristafor Seirec Basan ficarão restritos a apenas caminhões das empresas localizadas na região.

O secretário municipal de Planejamento, Obras e Trânsito, Valentim César Bigeschi, explicou que a ação foi organizada para que os condutores se dirijam à barreira sem dificuldades. "Em todos os acessos a saída estará liberada e apenas a entrada será monitorada ou controlada pela Administração”, informou.

Segundo o diretor do departamento de Vigilância em Saúde, Robison Luis, durante a barreira sanitária, os agentes de Saúde vão aferir a temperatura corporal dos condutores e passageiros, além de higienizar a parte externa dos veículos com um produto de limpeza utilizado em hospitais, chamado quaternário de amônia.

"As equipes estarão devidamente protegidas com máscaras, luvas, botas, entre outros equipamentos e, caso seja identificado alguma suspeita de Coronavírus ou alteração na temperatura, os condutores e passageiros serão encaminhados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade para averiguação do estado de saúde dessas pessoas”, explicou.

Robison ainda acrescentou que as barreiras são de grande importância para evitar a entrada de pessoas infectadas pelo vírus na cidade. "O principal objetivo da barreira é identificar pessoas suspeitas e encaminhá-las para os setores de saúde, evitando que o vírus se dissemine. Às vezes, a pessoa pode não estar infectada, porém todo cuidado é pouco, principalmente quando se trata desse novo Coronavírus”, comentou.