Fechar
Região

Mercado de trabalho: Tupã encerra o semestre com saldo negativo de contratações

05 de Agosto de 2020

07h59

Fonte: Jornal Diário de Tupã

Mesmo recuperando o saldo positivo no número de contratações no mês de junho, o município de Tupã encerrou o primeiro semestre deste ano com saldo negativo de 514 vagas no mercado de trabalho formal.

Segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), o município contratou entre os meses de janeiro a junho deste ano, 2.482 trabalhadores formais e demitiu 2.996.

Vale lembrar que no primeiro semestre do ano passado, o município registrou saldo positivo de 232 empregos, com 3.129 contratações e 2.897 demissões.

Contratações

As contratações realizadas no primeiro semestre deste ano apresentaram queda de 20,67% em relação ao mesmo período do ano passado. Entre os meses de janeiro a junho de 2019, foram realizadas 3.129 contratações em Tupã. No igual período deste ano foram 2.482.

Demissões

No primeiro semestre deste ano, as demissões tiveram aumento de 3,41%. Entre os meses de janeiro a junho de 2019, o mercado de trabalho formal em Tupã demitiu 2.897 funcionários. No mesmo período deste ano, foram 2.996 demissões, o que representou um aumento de mais 99 desempregados.

Mês a mês

Em relação ao mês de junho de 2019, as contratações realizadas no mês passado tiveram redução de 35,49%. Em junho de 2019 foram registradas 479 contratações em Tupã. Em junho deste ano foram 309  - uma redução de 170 novos empregos gerados. As demissões apresentaram queda de 42,88% no mês de junho deste ano. Em junho de 2019 foram realizadas 478 demissões e no mês passado, 273.

Comportamento de mercado

Segundo dados do Caged, no mês de janeiro o município de Tupã apresentou saldo positivo de 112 empregos; no mês de fevereiro, saldo positivo de 130 empregos; no mês de março, saldo negativo de 65 empregos; abril, saldo negativo de 545 empregos; maio, saldo negativo de 182; e junho, saldo positivo de 36 empregos.

Vale lembrar que a redução no número de contratações no mercado de trabalho formal em Tupã foi diretamente influenciada pelos efeitos econômicos da pandemia mundial, causada pelo novo coronavírus (Covid-19).