Fechar
Região

Corpos de mãe e filha que foram arrastadas por enxurrada são enterrados em Bauru

22 de Março de 2019

17h45

Por G1 Bauru e Marília

Os corpos de Luciene Regina do Prado Silva, 43 anos, e Bianca Prado da Silva, 14 anos, que morreram depois que o carro em que estavam foi arrastado pela enxurrada na Avenida Daniel Pacífico, em Bauru (SP), foram enterrados na manhã desta sexta-feira (22) no Cemitério Jardim dos Lírios. Mãe e filha estão foram veladas no Velório Terra Branca nesta quinta-feira (21).

O veículo foi arrastado quando a mãe e duas filhas tentavam passar por uma ponte sobre o Córrego da Grama, que transbordou.

Parte do asfalto da pista cedeu com a enxurrada que se formou e que arrastou três carros. Em um deles estavam a motorista e as duas filhas dela. A outra filha, de 20 anos, foi resgatada e encaminhada para uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA).

Um morador conta que tentou salvar as mãe e filhas, mas a situação estava difícil. "A gente não consegue descrever o desespero das vítimas pedindo por socorro. A força da água estava muito forte e eu não consigo descrever as cenas que nós vimos, de uma mãe e de uma criança presas entre as ferragens. Tivemos momentos muito difíceis", diz o vendedor.

A avenida está parcialmente interditada e a equipe do Grupo de Trânsito orienta os motoristas.

O transbordamento do Córrego da Grama provocou uma enchente que encobriu toda uma área de preservação ambiental que fica em seu entorno.

A enxurrada derrubou árvores e encheu o vale de lixo e entulho. Várias casas que ficam perto do córrego também foram atingidas.

CLIQUE AQUI E LEIA MATÉRIA COMPLETA