Fechar
Região

Osvaldo Cruz: Defesa Civil alerta para riscos de incêndios criminosos em período de seca

14 de Outubro de 2020

07h38

Fonte: Portal Metrópole de Notícias / Acally Toledo

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil verificaram um aumento no número de casos de incêndios nessas áreas e alertam para o grande perigo que isso representa ao meio ambiente, animais e as pessoas.

Na última segunda-feira (06) à noite um incêndio de grandes proporções foi registrado na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, a SP-294, próximo ao Presídio de Osvaldo Cruz. Inicialmente foi contido, o fogo voltou a se alastrar na terça-feira (08) por volta das 11 horas.

Para combater as chamas, o Corpo de Bombeiros contou com o apoio da Defesa Civil do município. Felizmente ninguém se feriu.

A coordenadora da Defesa Civil, Silvana Maciel esteve no local da ocorrência e alertou sobre os perigos que encontrou nas propriedades.

“Já não bastam as altas temperaturas, a baixa umidade relativa do ar vem mais a questão dos incêndios criminosos. Pois chegamos à conclusão que há uma pessoa passando pelos locais e ateando fogo. E as consequências disso têm sido drásticas, tanto para a nossa saúde por conta da poluição, quanto para o meio ambiente".

Situações muito difíceis têm sido observadas em relação a esses incêndios, infelizmente esta prática, ela persiste na nossa região como um todo. "Nós da defesa civil temos o nosso grupo, onde são relatadas ocorrências diárias de incêndio, que se alastram e se tornam incêndios de grandes proporções", completou.

"Se o proprietário possui uma área de mata permanente, mas não mantém o seu acero, que é uma área sem vegetação, de terra tombada, ou constantemente roçada, para que o fogo não se propague, que não adentre a mata e cause um impacto ambiental gigantesco, que temos visto, o proprietário é responsável.  Diferentemente de quando há um princípio de fogo em vegetação e por conta dos acessos esse fogo não se propaga na sua propriedade e nas propriedades vizinhas”, completou.