Fechar
Região

Tupã: Polícia Ambiental aplica multas de R$ 44,6 mil por danos a vegetação nativa em propriedades rurais

16 de Dezembro de 2020

06h37

A Polícia Militar Ambiental de Tupã fez quatro autos de infração que totalizou o valor de R$ 44.685,00 por danos causados a vegetação nativa mediante pisoteio de bovinos em duas propriedades rurais do município. As ocorrências foram registradas pela equipe do cabo Glaucimir e cabo Rodrigueiro, durante a Operação Força Ambiental, em uma chácara e um sítio de Tupã, nesta terça-feira, dia 15.

Em uma chácara a equipe realizou refiscalização e constatou a danificação de vegetação nativa em estágio inicial de regeneração, em área comum e objeto de especial preservação de 2.48 hectares, mediante bosqueamento (pisoteio de gado). Os policiais informaram que a atividade degradadora na propriedade danificou ainda 0,46 hectares de vegetação nativa em estágio inicial de regeneração em área de preservação permanente de curso d'água.



A Polícia Ambiental informou que as áreas degradas totalizaram 2,94 hectares administrativamente e foram lavrados dois autos de infração ambiental que totalizou o valor de R$ 20.540,00 e as áreas ficaram embargadas.

A outra ocorrência foi em um sítio onde a equipe realizou refiscalização e constatou a danificação de vegetação nativa em estágio inicial de regeneração, em área comum e objeto de especial preservação de a 1,69 hectares, mediante bosqueamento (pisoteio de gado). A equipe revelou também que atividade degradadora danificou ainda 0,99 hectares de vegetação nativa em estágio inicial de regeneração em área de preservação permanente de curso d'água.



Nesta propriedade, segundo a Polícia Ambiental, as áreas degradas totalizaram 2.68 hectares e administrativamente foram lavrados 2 autos de infração ambiental que totalizou o valor de R$ 24.145,00 e as áreas foram embargadas.