Fechar
Região

Dupla é presa em Tupã acusada de envolvimento com o tráfico de drogas

23 de Dezembro de 2020

08h15

Redação Bastos Já

Dois indivíduos, ambos de 33 anos de idade, receberam voz de prisão acusados de tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico. Foram aprendidas 67 porções de crack, 63 porções de cocaína, apetrechos para embalagem de droga, maquininha de cartão e R$ 160,00 em dinheiro. O caso foi registrado pela Polícia Militar, equipe do Comando de Grupo Patrulha (CGP) II do 2º sargento Valentin e cabo Alex, por volta das 02h15 desta quarta-feira, dia 23, no Bairro Jamil Dualib, em Tupã.

Segundo informou a Polícia Militar, a equipe recebeu denúncia anônima de que um dos indivíduos, associado com o outro indiciado, iria fazer uma entrega de entorpecentes. Diante da denúncia, os policiais militares iniciaram patrulhamento e avistaram um veículo Gol cinza parado na esquina da Avenida Idenolphi Semeghini e um dos indivíduos que estavam no carro falando com o outro suspeito que estava a pé.

A Polícia Militar informou ainda que os indivíduos notaram a viatura e uma sacola verde foi dispensada pelo vidro do lado do passageiro. Diante da atitude e denúncia, os PMs realizaram a abordagem do motorista e passageiro do veículo que são conhecidos dos meios policiais por envolvimento com o tráfico de entorpecentes. Realizada a busca pessoal e busca veicular e no carro veículo foi encontrado apenas objetos pessoais, uma maquininha de cartão e a quantia de R$ 160,00.

Os policiais militares encontraram na sacola dispensada 67 porções de crack, 63 porções de cocaína e apetrechos para embalagem e diante dos fatos foi dado voz de prisão aos indivíduos pelos crimes de tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico (Artigo 33 e Artigo 35 da lei 11.343/06). Com apoio, a dupla juntamente com o veículo e entorpecentes e foi conduzida para a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Tupã.

Ainda segundo a PM, na CPJ foi elaborado boletim de ocorrência, apreendido o carro, entorpecentes, dinheiro e apetrechos usados para embalagem da droga e os indiciados permaneceram em cárcere a disposição da justiça, para participarem de audiência de custódia.