Fechar
Região

Beneficiado pela saidinha de fim de ano, indivíduo é preso ao tentar estuprar mulher em Marília

25 de Dezembro de 2020

18h29

Redação Bastos Já – com informações de João Mário Trentini

Um detento de 42 anos que foi beneficiado com a “saidinha” de final de ano foi preso pela Polícia Militar de Pompéia acusado de tentar estuprar uma mulher em Marília, nessa quinta-feira, dia 24. O acusado, que segundo consta cumpre pena na Penitenciária de Iperó (SP), ameaçou a vítima com uma faca e acabou sendo ferido com a própria arma. A mulher conseguiu tomar a faca do criminoso e sofreu ferimentos em ambas as mãos.

Segundo informações, o acusado foi até uma imobiliária e disse que estava se aposentado como capitão do Exército e pretendia comprar uma moradia em Marília. Uma corretora foi com o indivíduo até uma residência que estava à venda na cidade. Ao adentrarem no imóvel o acusado sacou de uma faca e exigiu que a mulher tirasse a roupa e que iria manter relações sexuais com a vítima.

Sem outro opção de defesa e para se defender, a mulher segurou a faca e, mesmo tendo as duas mãos cortadas, conseguiu tomar a arma branca do criminoso que partiu para cima da vítima e acabou levando uma facada nas costas. Logo após a mulher fugiu correndo do local.  Ao notar que estava ferido, o indivíduo saiu do imóvel, entrou no veículo da vítima que estava com as chaves no contato e fugiu em direção a Pompéia.

Avisada da fuga do bandido, a Polícia Militar de Pompeia, equipe do cabo Fábio Augusto e cabo Campos, passou a fazer patrulhamento e avistou o veículo transitando pela cidade. Os policiais militares deram sinal de parada, porém, o bandido tentou fugir, más acabou batendo a roda do veículo em uma guia de sarjeta e foi abordado em seguida.

Depois de ser imobilizado pelo cabo Fábio Augusto e cabo Campos, o acusado foi conduzido pelo SAMU de Pompeia até o hospital local e em seguida transferido para o Hospital das Clínicas de Marília, devido aos ferimentos nas costas e perda de muito sangue, e ficou internado. A mulher, vítima do criminoso, foi conduzida ao Hospital em Marília onde recebeu cuidados médicos nos dedos das mãos.