Fechar
Região

PM apreende 35 pedras de crack e da voz de prisão para tupãense de 52 anos

17 de Janeiro de 2021

10h18

Redação Bastos Já – com informações cedidas por João Mário Trentini

Um morador de Tupã de 52 anos de idade recebeu voz de prisão depois que a Polícia Militar encontrou na residência do acusado 35 pedras de crack embaladas em plástico transparente. O flagrante de tráfico de entorpecentes foi registrado pela Polícia Militar de Tupã, equipe do CGP II com o 2º sargento Valentin e soldado Mariotti, na Vila Europa, por volta das 23 horas desse sábado, dia 16.

Segundo informações, após receber denúncia anônima de que o acusado estaria promovendo o tráfico de entorpecentes em sua residência, a equipe iniciou patrulhamento direcionado para o local do fatos e, defronte a residência, notaram que um indivíduo de 28 anos de idade, ao visualizar a viatura, demonstrou certo nervosismo e deu sinal para o outra pessoa que estava no interior da residência.

A Polícia Militar informou ainda que, diante das diversas denúncias e atitudes, a equipe realizou a abordagem e na busca pessoal, a princípio, nada de ilícito fora encontrado, sendo localizado apenas a quantia de R$ 20,00 com o suspeito que estava em frente a moradia. Com o outro indivíduo de 52 anos que também foi abordado os policiais encontraram R$ 261,00.

Os policiais militares revelaram que o morador alegou que em sua residência não havia nada de ilícito e autorizou a vistoria nos dois cômodos da casa, sendo que durante as buscas na cozinha, dentro de um armário, foi encontrado uma caneca de plástico contendo em seu interior 10 pedras de crack, embaladas em plástico transparente. A equipe informou que no guarda-roupas, no bolso de uma jaqueta, foram localizadas mais 25 pedras de crack idênticas as localizadas anteriormente.

Indagado pelos PMs, o indivíduo de 5 anos alegou que as 10 pedras de crack encontradas na cozinha eram para seu uso, porém, negou saber da existência das demais 25 pedras de crack. Os policiais informaram que o outro indivíduo de 28 anos disse que estava na casa do acusado, que é seu ex-cunhado, desde às 16 horas e que iriam sair para um "rolê" e alegou que diversos indivíduos vieram chamar o ex-parente no período que permaneceu no imóvel, porém, não presenciou o teor das conversas.

Diante dos fatos, os policiais militares deram voz de prisão ao acusado, pelo crime de tráfico de drogas (Art. 33, caput, lei 11.343/06) e, com apoio de outros PMs, conduziram o acusado e o outro indivíduo para a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Tupã. O acusado ratificou a voz de prisão e foi autuado em flagrante pelo delegado de plantão Sandro Resina Simões e permaneceu à disposição da justiça. O outro indivíduo foi ouvido e liberado.