Fechar
Região

Polícia Ambiental de Tupã apreende filhote de maritaca em residência de Parnaso

03 de Fevereiro de 2021

17h57

Redação Bastos Já

A Polícia Militar Ambiental apreendeu um filhote de maritaca, espécime da fauna silvestre nativa, em uma residência em Parnaso, distrito do município de Tupã, e elaborou um auto de infração ambiental, com penalidade de advertência, nesta quarta-feira, dia 3. A ocorrência foi registrada a pessoa responsável pela equipe do cabo Glaucimir e cabo Rodrigueiro.

Durante a Operação Piracema, a equipe foi acionada para atender ocorrência sobre a manutenção de pássaros silvestre em cativeiro. A Polícia Ambiental informou ainda que durante a fiscalização no endereço os policiais foram recebidos pela proprietária da residência, “que ao saber do teor de nossa presença franqueou a entrada da equipe, acompanhando a fiscalização”.

No local os policiais ambientais encontraram a ave silvestre nativa filhote de maritaca, que encontrava-se acondicionada em gaiola, livre das intempéries, com água e alimentação em abundância e livre de maus tratos, porém, não havia autorização do órgão competente.

Foi elaborado auto de infração ambiental “por ter em cativeiro espécime da fauna silvestre nativa sem autorização do órgão ambiental competente”, incorrendo no disposto do art. 25, § 3º, inciso III, da Resolução SMA 48/14, com penalidade de advertência, sendo apreendida a ave e destina a órgão ambiental competente.