Fechar
Esportes

Jogão na Vila: Santos bate o Ituano e consegue a primeira vitória no Paulistão

14 de Março de 2021

20h52

Fonte: globoesporte.globo.com

Baita jogo!
Santos e Ituano fizeram neste sábado à noite o melhor primeiro tempo do Campeonato Paulista 2021. Em um jogo de muita velocidade e chances de gols, o Peixe bateu o Galo por 2 a 1, na Vila Belmiro, e conseguiu a primeira vitória no estadual. Lucas Braga abriu o placar, Branquinho empatou e Vinícius Balieiro fez o segundo do Alvinegro .

Classificação
O resultado faz o Santos chegar aos cinco pontos, na terceira colocação do Grupo D – Mirassol e Guarani também têm cinco. O Ituano permanece com sete, mas poderá perder para o Bragantino a liderança do Grupo C.

Primeiro tempo
Santos e Ituano fizeram um início de jogo bastante movimentado, com muita velocidade e boas chances de gols. O Peixe foi para cima, apertou a marcação sobre a saída de bola rival e levou perigo. O Galo respondeu ao aproveitar os espaços dados pela defesa alvinegra. Aos 13, Lucas Braga desviou na primeira trave após escanteio para abrir o placar. O empate saiu logo depois, aos 15, em ótima jogada do Rubro-Negro. Bruno Lopes invadiu a área pela direita e tocou para Branquinho, livre, só desviar. Aos 19, Lucas Braga recebeu bom passe de Gabriel Pirani e bateu forte para boa defesa de Edson. Branquinho, aos 28, quase fez o segundo ao parar em grande defesa de John. Logo em seguida, Léo Santos tirou quase em cima da linha a finalização de Marcos Leonardo no que seria o segundo gol do Peixe. E ele saiu aos 32. Após dividida de Ângelo com o goleiro, a bola sobrou para Vinicius Balieiro só empurrar para as redes.

Segundo tempo
Depois de um ótimo primeiro tempo, Santos e Ituano caíram um pouco de produção no segundo. Holan colocou Soteldo, Pará e Alison no Peixe. O Galo avançou a marcação e teve boa chance em chute que Branquinho não conseguiu pegar em cheio na bola. Apesar de todas as mudanças no Santos, o Ituano foi melhor em boa parte da etapa final, com mais posse de bola e empurrando o rival para o campo de defesa. O Peixe se fechou à espera dos contra-ataques. Aos 33, Lucas Braga saiu cara a cara e parou em grande defesa de Edson. O Ituano cansou, passou a errar mais e não conseguiu criar chances de perigo. Já nos acréscimos, mais uma vez: em contra-ataque, Lucas Braga apareceu livre e desperdiçou.