Fechar
Região

Indivíduo de 20 anos esfaqueia empresário durante tentativa de roubo em Oriente

16 de Março de 2021

12h19

Redação Bastos Já - com informações cedidas por Valdecir Luís

Um indivíduo de 20 anos foi preso acusado de esfaquear um empresário durante uma tentativa de roubo em Oriente, nessa segunda-feira, dia 15. O acusado, que possui antecedentes pela prática de atos infracionais análogos ao crime de homicídios quando era menor de idade, ficou à disposição da justiça e deve passar por audiência de custódia no Fórum da Comarca de Pompeia, nesta terça-feira, dia 16. O caso registrado pela Polícia Militar como roubo tentado qualificado flagrante mediante uso de violência arma branca, aconteceu no Bairro Novo Oriente.

Os policiais militares foram informados via Copom que uma pessoa esfaqueada em Oriente. No local dos fatos, a vítima informou aos PMs que ao chegar em sua residência, após uma noite de trabalho em estabelecimento comercial, ouviu uma pessoa chamá-lo pelo nome e, quando foi atender ao chamado, foi surpreendido pelo indivíduo que estava armado com uma faca e anunciou o roubo e exigiu que o comerciante entregasse todo o dinheiro. Consta ainda que a vítima entrou em luta corporal com o acusado e acabou sendo esfaqueada no ombro direito e mão direita. O acusado fugiu sem levar o dinheiro.

Depois da entrevista com a vítima, os policiais militares, de posse das características físicas do indiciado e roupas que o mesmo usava no momento do roubo, realizaram diligências e localizaram e prenderam o acusado na residência de sua avó. A Polícia Militar informou ainda que no momento da prisão o indivíduo confessou a autoria do delito e revelou que teria agido sozinho contra a vítima. Os policiais militares relataram que o indiciado “é um indivíduo perigoso e que já teria efetuado roubos com violência e antecedentes por envolvimento em ato infracional de duplo homicídio quando era adolescente.

Depois de receber voz de prisão, o acusado foi conduzido até a Delegacia de Polícia Civil de Pompéia, apresentado ao delegado que tomou ciência dos fatos e ratificando a voz de prisão em flagrante delito.