Fechar
Esportes

São Paulo goleia o Mirassol e vai à final do Paulistão contra o Palmeiras

17 de Maio de 2021

00h50

Fonte: globoesporte.globo.com

Na final!
O São Paulo referendou a melhor campanha do Campeonato Paulista, goleou o Mirassol por 4 a 0 na noite deste domingo, no Morumbi, e assegurou presença na final. Vai enfrentar o atual campeão, o Palmeiras, que horas antes eliminou o Corinthians. Arboleda, no fim do primeiro tempo, Pablo, Gabriel Sara e Luciano, todos na etapa final, fizeram os gols da vitória tricolor.

As finais
A Federação Paulista de Futebol ainda não anunciou as datas das finais. A confirmação deve sair nesta segunda-feira. O primeiro jogo não será antes de quinta, porque tanto São Paulo quanto Palmeiras jogam na terça pela Libertadores – e é preciso respeitar o intervalo de 48 horas entre os jogos. O Tricolor, de melhor campanha, fará a segunda partida no Morumbi. A primeira será no Allianz Parque.

Próximos jogos
O São Paulo volta a campo terça, às 21h30, no Morumbi, contra o Racing, pela Libertadores da América. Uma semana depois, na outra terça, recebe o Sporting Cristal, também pela Libertadores. Antes deste jogo, porém, ocorrerá ao menos um dos jogos das finais do Paulistão.

Não é todo dia...
Herói da classificação do Mirassol às semifinais ao defender dois pênaltis contra o Guarani, o goleiro Alex Muralha não teve a mesma sorte contra o São Paulo. No primeiro gol, falhou ao sair pelo alto, não encontrou a bola e permitiu que Arboleda mandasse para a rede.

Primeiro tempo
O favoritismo do São Paulo não assustou o Mirassol na largada do primeiro tempo. O time do interior fez frente ao Tricolor e tentou o ataque. Por alguns minutos, jogou e impôs problemas para o adversário jogar. Teve chances já no primeiro lance, quando Fabrício pegou muito mal na bola e mandou longe, e fez Tiago Volpi trabalhar na sequência – o goleiro defendeu chutes de Diego, aos 12, e de Cássio Gabriel, aos 14. Mas foi o São Paulo quem esteve mais perto do gol. Geralmente usando o talento de Benítez, de boa movimentação em campo, o time de Crespo criou uma série de situações. Poderia ter aberto o placar em cruzamento de Benítez (ninguém conseguiu desviar), em chute forte de Gabriel Sara, em boa batida de Benítez, em desvio de cabeça de Miranda, em finalização de Reinaldo que foi afastada em cima da linha, em tentativa de bicicleta de Sara. Mas a melhor oportunidade esteve na cabeça de Pablo. Aos 41, Sara cruzou da esquerda, e o atacante mandou para fora, livre. De tanto insistir, o gol acabou saindo aos 44. Benítez bateu escanteio, Muralha saiu mal e Arboleda desviou para dentro: 1 a 0.

Segundo tempo
O São Paulo não demorou para matar o jogo no segundo tempo. Aos 14 minutos, já estava 3 a 0. Pablo ampliou logo no começo da etapa, em chute torto que desviou no zagueiro Danilo Boza; e Gabriel Sara aumentou após mais um escanteio batido por Benítez (e com desvio de Miranda no meio do caminho). O Mirassol tentou reagir como pôde, mas não tinha o que fazer. O Tricolor, mais leve, seguiu em cima e chegou ao quarto gol com Luciano (que havia entrado no lugar de Pablo). Benítez (de excelente atuação) acionou Igor Vinícius, que mandou o cruzamento para o atacante completar. A impressão era de que a goleada seria ampliada – William chegou a marcar, mas Benítez estava impedido ao fazer o pivô. No fim, ficou mesmo no 4 a 0, um goleada ilustrativa da força com que o São Paulo chega à decisão.