Fechar
Esportes

Treino de Cuca no São Paulo tem campo reduzido, finalizações e reunião do elenco; Pablo fica fora

02 de Abril de 2019

14h11

Fonte: globoesporte.globo.com

A era Cuca no São Paulo começou na segunda-feira, mas nesta terça-feira o técnico comandou de fato seu primeiro treino no gramado do CT da Barra Funda com quase todo o elenco à disposição.

Na segunda, Cuca passou a maior parte do tempo observando a atividade no São Paulo e conversando com o coordenador técnico Vagner Mancini.

Nesta terça-feira, no entanto, Cuca ditou o ritmo do treino do São Paulo. Ele reuniu todo o elenco no gramado para uma reunião bem humorada de apresentação dos atletas. Entre risos e conversa, o encontro serviu para selar a paz entre Mancini e Jean, reintegrado ao Tricolor. Um abraço entre os dois, inclusive, rendeu aplausos gerais.

Pablo foi a principal ausência no treino. O atacante tem dores nas duas panturrilhas e por isso ficou no Reffis. Mas inicialmente ele não preocupa para enfrentar o Palmeiras, neste domingo, às 16h, na Arena do Palmeiras, pela segunda semifinal do Paulistão.

O Tricolor empatou o primeiro jogo sem gols, no Morumbi, e precisa de ao menos um empate para levar a decisão aos pênaltis. Uma vitória garante a vaga na final do estadual.

Além de Pablo, Anderson Martins (tendinite na coxa esquerda) e Hernanes (estiramento na coxa esquerda) ficaram em tratamento.

Treino disputado em campo reduzido
Depois do aquecimento com treino físico e da reunião, Cuca dividiu o elenco em três times e promoveu um trabalho de campo reduzido com disputa da posse de bola.

Na sequência, Cuca distribuiu os atletas novamente e dividiu dois times

Branco: Rodrigo, Luan, William Farias, Jucilei, Igor Gomes, Edimar, Arboleda, Jonatan Gómez, Walce, Bruno Peres, Gonzalo Carneiro e Brenner.
Laranja: Pato, Antony, Kal, Helinho, Igor Gomes, Biro Biro, Reinaldo, Nenê, Léo, Everton, Everton Felipe, Liziero e Hudson. Toró também participou da atividade.

O objetivo das equipes era trocar dez passes sem deixar o rival encostar na bola para pontuar. O treinador contava cada toque certo em voz alta (veja nos vídeos abaixo).

A disputa foi acirrada até o fim e terminou com vitória da equipe branca. Nenê, como de costume, se mostrou muito competitivo e cobrou os companheiros do time laranja ao longo do treino para tentar buscar a vitória. Liziero e Antony, titulares nos últimos jogos, deixaram o gramado mais cedo.

Finalizações e descontração
Para terminar o treino, Cuca reuniu parte dos jogadores para uma atividade de finalizações. O exercício era o seguinte:

o atleta recebia de Cuca a bola de costas para o gol, dominava no peito, girava e finalizava. Uma vez com cada pé (veja abaixo as finalizações de Alexandre Pato).
antes de lançar a bola para o jogador, Cuca fazia uma brincadeira para descontrair os jogadores.
os atletas que acertavam ao menos um gol eram liberados da atividade
no final, sobraram Biro Biro, Everton e Toró. O trio ouviu brincadeiras dos que estavam fora sobre a dificuldade para fazer gols nos goleiros Tiago Volpi, Jean, Junior, Thiago Couto e Lucas Paes.
Toró teve dificuldade para executar os movimentos de domínio, giro, chute no ar e fazer o gol. Cuca, então, deu orientação ao garoto e mostrou dois exemplos: como Toró estava dominando de forma errada e como ele deveria fazer.