Fechar
Esportes

Palmeiras e São Paulo empatam sem gols no primeiro capítulo da final do Paulistão

21 de Maio de 2021

00h37

Fonte: globoesporte.globo.com

Clássico morno, com lampejos
O primeiro capítulo da final do Campeonato Paulista terminou sem gols. Na noite desta quinta-feira, no Allianz Parque, Palmeiras e São Paulo empataram por 0 a 0 em um jogo que foi truncado na maior parte do tempo, mas que deu certa emoção na etapa final, com boas defesas de Weverton, do Verdão, e Tiago Volpi, do Tricolor, além de uma bola na trave de Gabriel Sara para o time visitante. Destaque para a atuação dos dois sistemas defensivos, apesar de alguns erros do São Paulo que geraram chances ao rival. Agora, a grande decisão será domingo, às 16h, no Morumbi.

E agora?
Um novo empate leva a decisão do título para os pênaltis. Se tiver um vencedor no tempo normal, ele será o campeão.

Primeiro tempo
O primeiro jogo da final do Campeonato Paulista começou truncado e equilibrado. O Palmeiras à espera de um contra-ataque, uma das suas principais armas, e o São Paulo marcando pressão e tentando chegar com velocidade. Mas aos seis minutos foi o Verdão que armou uma boa chance. Rony cruzou para Victor Luis, mas Daniel Alves chegou antes para afastar. Aos 13, o Tricolor conseguiu criar uma oportunidade: após sobra fora da grande área, Benítez arriscou. Weverton defendeu tranquilamente. O argentino do São Paulo, na sequência, deu um presente para o Palmeiras. Após erro de passe, Rony aproveitou, avançou e tocou para Luiz Adriano finalizar com perigo. Tiago Volpi salvou. Em um jogo muito pegado, de muitas faltas, o São Paulo avançou bem pela esquerda, aos 23, mas o cruzamento de Reinaldo foi afastado por Gustavo Gómez antes de chegar a Pablo. Aos 31, uma baixa importante no Tricolor: Daniel Alves deu lugar a Igor Vinicius após sentir o joelho. Em seu primeiro lance, o lateral avançou, cruzou para Pablo ajeitar, e Liziero chutar em cima da zaga. Apesar das poucas chances de gol para os dois lados, o primeiro tempo foi bem brigado no Allianz Parque.

Segundo tempo
Como indicado no fim do primeiro tempo, o São Paulo voltou para a etapa final sem Benítez, também machucado. Igor Gomes entrou. O Palmeiras retornou ao gramado com a mesma formação. A partida continuou muito estudada, com os times se arriscando pouco. Mas com mais chutes a gols. Aos seis, Pablo tentou colocado, mas Weverton defendeu com facilidade. Depois, aos 12, Rony finalizou de longe, e Arboleda evitou que a bola chegasse ao gol. Só que aos 13, após falha de Miranda na saída de bola, Raphael Veiga avançou e soltou uma bomba. Volpi fez boa defesa. A resposta do São Paulo também foi um forte chute de fora da área. Mas em falta cobrada por Reinaldo. Weverton também fez grande intervenção. Aos 25, o São Paulo perdeu a melhor chance do jogo até então. Igor Gomes, sozinho, errou a cabeçada na área após cruzamento de Igor Vinicius. Com os dois times sem correr riscos, as finalizações de longe eram a única saída. Aos 29, Victor Luis tentou pelo Palmeiras. Sem sucesso. Aos 30, após escanteio de Scarpa, a melhor chance do Verdão. Renan desviou e a bola passou muito perto da trave. Com maior volume, o Palmeiras seguiu em cima. Teve chances com Mayke, de fora da área, e Rony, em uma cabeçada muito forte que assustou Tiago Volpi. O lance acordou o São Paulo, que no mesmo minuto, aos 42, chegou com Pablo (travado por Felipe Melo) e Gabriel Sara, que acertou lindo chute na trave. Só que no fim, o empate prevaleceu.

Preocupação no Tricolor
Daniel Alves, um dos principais jogadores do São Paulo, jogou apenas 31 minutos da final contra o Palmeiras. Depois de sofrer uma falta de Victor Luis, ele sentiu um problema no joelho direito e não aguentou ficar em campo. Igor Vinicius entrou. O camisa 10 será reavaliado nos próximos dias. Benítez também só jogou no primeiro tempo e saiu para dar lugar a Igor Gomes após problema muscular.

Próximos jogos
Depois de decidirem o Paulistão no domingo, Palmeiras e São Paulo jogam pela Libertadores da América no meio de semana, na última rodada da fase de grupos. O Verdão recebe o Universitario, do Peru, na quinta-feira, às 19h, no Allianz Parque. E o Tricolor, na terça-feira, às 21h30, enfrenta o também peruano Sporting Cristal, no Morumbi. Depois, no outro fim de semana, começa o Brasileirão. O São Paulo estreia contra o Fluminense, em casa, no sábado, dia 29, às 21h. E o Palmeiras inicia a competição no domingo, dia 30, contra o Flamengo, às 16h, no Maracanã.