Fechar
Região

Por enquanto, prefeito e vice-prefeito de Tupã descartam lockdown e focam na fiscalização e multas

21 de Maio de 2021

19h09

Por: Tupã City

Em entrevista ao TupãCity.Com na quarta-feira (19), o prefeito Caio Aoqui e vice-prefeito Renan Pontelli, informaram que, por enquanto, descartam a ideia de decretar lockdown e fechar a cidade, para conter o avanço da pandemia de Covid-19.

Eles destacam que a Prefeitura está procurando outros meios de diminuir o número de infectados, por exemplo, através de árdua fiscalização tanto na residência de pessoas em período de transmissão, quanto nas ruas da cidade para coibir aglomerações. Além de multas no CPF de quem for pego descumprindo as regras.

"A princípio vamos adotar várias medidas. Estamos há uma semana fazendo autuações, foram mais de 140 pessoas multadas por estarem em rua ou praças fora do horário permitido. Estamos fazendo com que os estabelecimentos cumpram as regras e quem não cumprir também está sendo autuado. Tupã é uma das únicas cidades do estado que está fazendo essas multas no CPF", esclarece o prefeito Caio Aoqui.

"O lockdown é um caso extremo, nós estamos procurando outras medidas. Se não surtir efeito depois de um tempo, vamos analisar a situação novamente", garantiu.

Ainda conforme a entrevista, o chefe do Executivo explica que os membros do Comitê de Enfrentamento da Covid-19 de Tupã são contra o lockdown, pelo menos por enquanto. "No momento em que colocamos essa discussão em pauta no Comitê, ninguém se demonstrou favorável".

Vale destacar que o trabalho de fiscalização "in loco" foi iniciado nesta quinta-feira (20). Leia mais: Equipes iniciam fiscalização "in loco" nas residências de pessoas