Fechar
Esportes

São Paulo vence Sporting Cristal e avança em segundo de grupo na Libertadores

26 de Maio de 2021

00h23

Fonte: globoesporte.globo.com

Reservas brilham no Morumbi
Já classificado às oitavas de final e com apenas dois dias de intervalo após o título paulista, o São Paulo levou time todo reserva à última partida da fase de grupos da Libertadores e venceu com autoridade: fez 3 a 0 no Sporting Cristal, na noite desta terça-feira, no Morumbi, e avançou com moral à próxima fase – ainda que na segunda colocação do Grupo E, já que o Racing carimbou a liderança. Os gols de Bruno Alves, Rojas e Vitor Bueno foram suficientes para manter o ânimo do torcedor em alta, ainda em ritmo de comemoração da conquista estadual. Agora é aguardar o sorteio e ver quem o Tricolor pega no mata-mata.

Como fica?
A vitória levou o São Paulo aos 11 pontos, na vice-liderança do Grupo E. O Racing, que venceu o Rentistas nesta quarta, foi a 14 e se classificou em primeiro. O sorteio das oitavas está marcado para o dia 2 de junho – o Tricolor pegará um dos primeiros colocados dos grupos, com jogos a serem realizados em julho.

300 gols na América
Bruno Alves foi responsável por marcar o 300º gol do São Paulo na história da Libertadores, em 21 participações. O zagueiro fez também seu primeiro na temporada, mas levou o terceiro cartão amarelo e desfalca o time no jogo de ida das oitavas de final – depois, Rojas fez o gol 301, e Vitor Bueno o 302, aumentando a marca do Tricolor.

Primeiro tempo
Com time todo reserva após o título paulista, o São Paulo jogou em rotação bem diferente daquela mostrada na final estadual – natural, claro, com a classificação já garantida na Libertadores. Mesmo assim, houve gente querendo mostrar serviço. Joao Rojas, por exemplo, a poucos dias de vencer seu contrato, buscou jogo pela direita ao lado de Orejuela, acertou uma bola na trave e perdeu um gol de cabeça após cruzamento de Shaylon. Na zaga, Bruno Alves ajudou a segurar os poucos ataques do Sporting Cristal e ainda apareceu na área para abrir o placar de cabeça, após cobrança de escanteio de Hernanes. O Profeta, aliás, foi outro que mostrou fome. Se errou algumas vezes, ao menos tentou passes em profundidade, cruzamentos e finalizações.

Segundo tempo
O São Paulo continuou jogando fácil, leve e sem sofrer. A equipe de Hernán Crespo acertou a trave mais duas vezes, ambas com Diego Costa, mas também conseguiu ampliar a vantagem em ótimas jogadas trabalhadas na velocidade. Primeiro, Rojas recebeu lançamento de Rodrigo Nestor, esperou a passagem de dois companheiros e viu o espaço se abrir para chutar e acertar o ângulo. Depois, em outra transição, Vitor Bueno recebeu sozinho na entrada da área, avançou e anotou o terceiro gol. Crespo aproveitou para rodar o elenco e dar minutos a jogadores que vinham aparecendo pouco, casos de Bruno Rodrigues, Paulinho Boia e Everton Felipe.

O que vem por aí?
Com as oitavas da Libertadores apenas em julho, o São Paulo se concentra agora na disputa do Campeonato Brasileiro. A estreia é neste domingo, às 21h (de Brasília), contra o Fluminense, no Morumbi.