Fechar
Região

Despedida: corpo do adamantinense vítima de acidente na SP-294 será sepultado neste domingo

30 de Maio de 2021

05h37

Por: site Siga Mais

O corpo do engenheiro agrônomo adamantinense Fernando Dantas da Mata, de 37 anos, que morreu na manhã deste sábado (29) após acidente de trânsito (veja detalhes abaixo) na rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), em Osvaldo Cruz, será velado e sepultado neste domingo (30) em Adamantina.

De acordo com a fanpage da Funerária Flor de Lótus, a cerimônia de despedida ocorrerá no Memorial Flor de Lotus, a partir de 6h30, com sepultamento previsto para 10h30, no Cemitério da Saudade.

Em razão da pandemia da Covid-19, a empresa funerária informa orientações em sua nota sobre o velório e sepultamento. “Por medida de segurança e saúde pública, há restrição no número de pessoas no local, reservado apenas aos familiares mais próximos”.

Comoção

A morte trágica de Fernando comoveu a cidade, com diversas manifestações públicas de familiares, amigos, professores, colegas de profissão e a comunidade, como um todo, muitas delas publicadas nas redes sociais.

Nas celebrações dos 50 anos do Centro Universitário de Adamantina, onde estudou, ele deu um depoimento sobre sua formação e expectativas profissionais, publicada no hotsite comemorativo. “Meu nome é Fernando Dantas da Mata. Graduei-me em 2016 na UniFAI e atualmente sou engenheiro agrônomo numa empresa multinacional. A instituição foi fundamental na minha formação, pois o convívio e troca de experiência com professores, alunos e profissionais do mercado, no período de graduação, me deram novos pontos de vista sobre o que eu deveria esperar quando ingressasse no mercado de trabalho. Além de ajudar a moldar uma visão mais ampla do setor, me preparou e me ensinou a buscar conhecimento sempre que necessário”, escreveu. 

O acidente

Morreu na Santa Casa de Osvaldo Cruz o condutor da camionete S-19, com placas de São Paulo (SP), envolvida em um acidente de trânsito ocorrido na manhã deste sábado (29) na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), trevo de Osvaldo Cruz.

O óbito foi confirmado pela Polícia Militar Rodoviária, no começo da tarde. O homem era morador em Adamantina, e a pouco tempo residia em Marília.

O caminhão com placas de Patos de Minas (MG), que transporta vísceras e ossos animais para processamento em Adamantina, transitava no sentido Inúbia Paulista/Parapuã, e a camionete em sentido contrário. Por motivos a apurar, houve a colisão frontal.

Com o choque, segundo a Polícia Militar Rodoviária, o motorista da camionete ficou preso às ferragens. Ele foi socorrido em estado grave pela Unidade Resgate do Corpo de Bombeiro de Osvaldo Cruz para a Santa Casa da cidade, onde permaneceu sob cuidados médicos, porém não resistiu. Já o condutor do caminhão foi socorrido com ferimentos de natureza leve.

Além do Corpo de Bombeiro, trabalham na ocorrência equipes da PM Rodoviária (Base Operacional de Adamantina) e da Concessionária Eixo, com apoio do policiamento territorial da PM de Osvaldo Cruz.

Peritos do Instituto de Criminalística foram acionados para perícia do local e dos veículos. As causas e eventuais responsabilidades do acidente serão investigadas pela Polícia Civil.