Fechar
Esportes

São Paulo pode abater dívida do Santos por Cueva para ter Vitor Bueno; Raí acha negócio difícil

03 de Abril de 2019

17h12

Fonte: globoesporte.globo.com

Os intermediários que cuidam da negociação de Vitor Bueno, jogador do Santos emprestado ao Dínamo de Kiev, propuseram que o São Paulo faça um abatimento de uma dívida por Cueva que o Peixe tem com o Krasnodar, da Rússia, para contar com o meia-atacante.

Explica-se: quando Cueva foi vendido do São Paulo para o Krasnodar, o clube colocou em contrato que 10% da próxima venda do peruano seria do Tricolor. Cueva, então, foi negociado com o Santos, que ainda tem uma dívida com os russos.

Como Vitor Bueno tem contrato com o Santos, a ideia seria que o São Paulo abrisse mão desses 10% de Cueva para ter liberado o reempréstimo de Vitor Bueno. O valor da porcentagem correspondente a U$700 mil dólares (cerca de R$2,7 milhões).

Essa proposta está com o Santos desde a última terça-feira, mas por enquanto não houve uma resposta ao Tricolor.

O Santos, por sua vez, só aceita reemprestar Vitor Bueno ao São Paulo se o Dínamo de Kiev fixar um preço pelos direitos econômicos de Derlis González. Isso porque os jogadores foram trocados pelos clubes, mas o atacante paraguaio não teve um valor estipulado para a compra de seus direitos econômicos.

Em entrevista coletiva nessa quarta-feira, o diretor executivo de futebol do São Paulo, Raí, considerar uma possibilidade muito pequena de a negociação ser concretizada.

– O Vitor Bueno tivemos interesse, mas é muito difícil de ser concretizado. Infelizmente não podemos dar essa notícia porque realmente é muito difícil.

Além de todos os impasses econômicos da negociação, o São Paulo ainda terá de brigar contra o tempo. Isso porque a janela de transferências da Europa fecha nesta quarta-feira.