Fechar
Região

Polícia Ambiental apreende redes armadas para pesca no Rio do Peixe, em Parapuã

21 de Junho de 2021

08h30

Redação Bastos Já

A Polícia Militar Ambiental de Tupã apreendeu três redes que estavam armadas no Rio do Peixe, nesse domingo, dia 20. Os petrechos totalizaram 26 metros de comprimento. Nenhum pescador foi encontrado nas imediações do local onde as redes de pesca foram apreendidas, durante operação realizada pelos policiais ambientais cabo Padovesi, cabo Piazentin, cabo Ravelli e cabo Rodrigueiro.

Durante Policiamento Náutico no Rio do Peixe, no trecho compreendido entre a jusante da Usina Hidrelétrica Quatiara, município de Parapuã, a ponte da Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) e a confluência com o Córrego Negrinha, foram localizadas as redes de emalhar que estavam armadas no curso d'água, na modalidade de espera e sem possuir as plaquetas de identificação.

Após realizaram varreduras e incursões na mata ciliar e não encontrarem nenhum pescador, os policiais recolheram os petrechos: uma rede de 8,50 metros de comprimento por 1,60 metros de altura e malhas de 160 milímetros; uma rede de 9,50 metros de comprimento por 1,70 metros de altura e malhas de 170 milímetros; e uma rede de 8,00 metros de comprimento por 2,00 metros de altura e malhas de 90 milímetros.

A Polícia Ambiental informou ainda que o material foi apreendido e ficará depositado na sede da Base Operacional de Tupã, aguardando o prazo regulamentar para destruição.