Fechar
Esportes

Santos vence Atlético-MG, ultrapassa rival e sobe na tabela do Brasileirão

28 de Junho de 2021

01h03

Fonte: https://ge.globo.com

Deu Peixe na Vila!
Em confronto de dois times que buscam a parte de cima da tabela do Campeonato Brasileiro, o Santos levou a melhor e venceu o Atlético-MG por 2 a 0 na noite deste domingo, na Vila Belmiro, em duelo válido pela sétima rodada da competição. Os gols do jogo foram marcados por Jean Mota e Marcos Guilherme, este praticamente no último lance, em contra-ataque perfeito da equipe de Fernando Diniz. A vitória faz o Peixe ultrapassar o Galo na classificação e, de quebra, manter uma série invicta contra o rival na Vila Belmiro que já dura 12 anos – agora são 13 confrontos entre Santos e Atlético no estádio desde 2009, com 12 vitórias santistas e um empate.

Como fica?
A vitória leva o Santos aos 11 pontos, em sexto lugar e agora à frente do Atlético-MG, que permanece com 10, mais longe dos líderes.

Reencontro após polêmica
Hoje em lados opostos, o técnico Fernando Diniz e o volante Tchê Tchê tiveram uma longa conversa após o jogo. E parecem ter selado a paz com abraço depois de um episódio polêmico ocorrido há quase sete meses, quando ambos estavam no São Paulo. Na época, em jogo contra o Bragantino, Diniz chamou seu então comandado de "perninha" e "mascaradinho", gerando incômodo no volante.

Fala, Jean Mota!
Autor do primeiro gol do Santos e com proposta da Turquia, o meia desconversou e preferiu falar da sua fase na equipe.

Primeiro tempo
Em um duelo de duas equipes que gostam de ter a bola nos pés, o Santos tentou controlar a maior parte do jogo - sempre rondou os 60% de posse. Apesar disso, teve dificuldades para encontrar espaços na defesa do Atlético, bem compacta e fechada na entrada da área. O Peixe conseguiu suas principais jogadas quando acelerou pelo lado esquerdo com Marcos Guilherme, que criou a primeira grande chance, chutando para boa defesa de Everson, e participou de outro lance de perigo ao cruzar e ver Jean Mota cabecear para fora. O Atlético teve Hulk isolado entre os dois zagueiros santistas e apostou na transição quando conseguia roubar a bola do rival. Guilherme Arana, num chute despretensioso que quase entrou, e o próprio Hulk, ganhando de Luan Peres em velocidade e chegando à linha de fundo, criaram as melhores oportunidades do Galo.

Segundo tempo
O Atlético seguiu investindo em Hulk mesmo com o atacante isolado no setor ofensivo. Numa das tentativas do camisa 7 do Galo, Luan Peres fez o desarme e lançou Marcos Guilherme, que cortou Guga, encontrou Kaio Jorge e viu o centroavante rolar para Jean Mota – o meia chegou batendo da entrada da área, sem chances para Everson: 1 a 0 Peixe. Em desvantagem, Cuquinha, auxiliar do suspenso Cuca, tentou dar companhia a Hulk no ataque com a entrada do garoto Felipe Felício. Apesar da melhora no volume de jogo, o Atlético parou na ótima partida defensiva dos zagueiros Luan Peres e Luiz Felipe, muito bem por baixo e pelo alto. Apesar de todas as mudanças, o Galo esteve longe de conseguir o empate na Vila. No fim, em contra-ataque, Marcos Guilherme aproveitou passe de Madson para fazer o segundo do Peixe.

O que vem por aí?
O Santos joga novamente na Vila Belmiro e recebe o Sport na quarta-feira, às 20h30 (de Brasília). Já o Atlético-MG recebe o Atlético-GO na quinta, às 19h, no Mineirão. Os dois jogos são válidos pela oitava rodada do Brasileirão.