Fechar
Região

Sagres recebe autorização para iniciar construção de casas populares da CDHU

17 de Agosto de 2021

06h14

Fonte: Portal Metrópole / Wilson Bettiol - supervisão de Acally Toledo

O prefeito de Sagres, Roberto Pires, o Beto Pires (PP), anunciou que recebeu o documento da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo), autorizando o início das obras para construção do Conjunto Habitacional ‘Sagres E’.

Serão 50 unidades habitacionais e o documento chamado Ordem de Início de Serviços (OIS), marcou para ontem (16), o início da primeira etapa do projeto, que contempla terraplagem e toda infraestrutura do local.

De acordo com o Prefeito, a empresa vencedora da concorrência foi a empresa Sanches & Aquino Construtora LTDA.

A reportagem do Portal Metrópole de Notícias falou com o prefeito Beto Pires, que informou que ao assumira prefeitura, essas casas já estavam pleiteadas pela administração anterior, inclusive com a aquisição do terreno, que foi doado para a CDHU, para fins de construção das moradias populares. “Quando chegamos no governo, fizemos uma visita na Secretaria da Habitação do Estado, onde fomos prontamente recebidos e fomos informados como estava o andamento do projeto. Na verdade, essas casas seriam feitas em convenio com a Caixa Econômica Federal, mas no decorrer do tempo a Caixa desistiu do convenio, e aí surgiu um outro caminho. O pessoal da secretaria de Habitação informou que haveria uma reunião com os prefeitos onde os convênios foram cancelados, e pleitearam para que os municípios aceitassem a construção dos conjuntos habitacionais de outra forma, através da Secretaria.”, disse.

Beto Pires destacou que depois de muitas reuniões, viagens a São Paulo, entrega de documentos, chegou o momento bom, que é o início das obras no município. “Agora temos os documentos em mãos indicando a autorização do início das obras. Estivemos em Penápolis, na presença do vice-governador Rodrigo Garcia, e também com todo pessoal da área da habitação, onde fomos acompanhados do ex-prefeito Brandinho e com alguns vereadores, o Presidente da Câmara Vadinho, Carlos Líbero, Moacir Pires e meu pai Edilson. Nesse encontro foi assinado o documento  que comprova que a execução da obra tem início em 16 de agosto, e nessa primeira etapa que tem como foco a terraplanagem, divisão dos terrenos, agua, luz, guias, sarjetas, asfalto, iluminação pública, num custo de R$ 1.686.614,13, isso para infraestrutura e na sequência vem a construção das casas.”.

O prefeito de Sagres lembrou que o prazo da primeira fase de obras é de quatro meses, contados a partir desta segunda-feira, dia 16.

As famílias agraciadas já foram selecionadas através de sorteio na própria Secretaria de Habitação do Estado, inclusive com suplentes, diante de mais de 200 inscrições. O terreno foi doado pela prefeitura, para diminuir o custo do projeto, e consequentemente baratear as prestações aos futuros mutuários.

O Conjunto Habitacional ‘Sagres E’, está situado na saída de Sagres para Inúbia Paulista, em direção a Placa 28, área bem próxima a cidade.

Beto Pires agradeceu e parabenizou todos os envolvidos nessa conquista histórica para Sagres, que além de realizar o sonho de 50 famílias com a casa própria, vai gerar emprego e renda pra cidade durante quase um ano em que vai durar o trabalho de construção do conjunto.

O prefeito de Sagres agradeceu também a administração anterior que adquiriu o terreno e começou o projeto.