Fechar
Região

Chuva e ventos fortes causam estragos em Martinópolis

10 de Setembro de 2021

06h28

Por G1 Presidente Prudente

Um temporal atingiu Martinópolis (SP) na noite desta quarta-feira (8) e provocou estragos em diferentes pontos da cidade. A chuva, acompanhada de fortes ventos, destelhou casas, escola e prédio público.

De acordo com a Defesa Civil, a Escola Estadual Coronel João Gomes Martins, localizada no Centro da cidade, foi atingida pelos fortes ventos. O pátio onde é servida a merenda aos alunos da unidade de ensino foi completamente destelhado.

O local precisou ser totalmente interditado.

O Departamento de Trânsito de Martinópolis, no Centro, e duas casas no Conjunto Habitacional Hélio Nastari também foram atingidos pelo temporal.



Segundo a Defesa Civil, o prédio público não precisou ser fechado, pois somente a parte de trás do local foi atingida pelos fortes ventos.

As famílias moradoras das casas danificadas já estão sendo atendidas pelo Departamento de Assistência Social, conforme a Defesa Civil.

O Corpo de Bombeiros também foi acionado para atender as ocorrências e prestar auxílio às pessoas prejudicadas pelos estragos. Ninguém se feriu.

Ainda de acordo com a Defesa Civil, todos os locais atingidos deverão passar por obras.

Danos

Ao G1, a Diretoria Regional de Ensino de Presidente Prudente (SP) lamentou o ocorrido na Escola Estadual Coronel João Gomes Martins e informou que as fortes chuvas que atingiram a região ocasionaram a queda de parte do telhado do pátio da unidade. Não havia ninguém na escola no momento do desabamento.



A Defesa Civil, conforme a Diretoria Regional de Ensino, foi acionada e, juntamente com os engenheiros da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), realizou uma vistoria nesta quinta-feira (9) na unidade, para que os dados possam ser levantados e para identificar os reparos necessários.

As aulas presenciais, de acordo com a Diretoria Regional de Ensino, estão suspensas até que a vistoria seja realizada e a unidade, liberada. O cronograma de aulas não foi prejudicado, já que os alunos continuarão suas atividades de forma remota com os professores da unidade e por meio dos conteúdos do Centro de Mídias-SP.

A Diretoria Regional de Ensino ainda pontuou ao G1 que está à disposição dos pais ou responsáveis pelos alunos para quaisquer esclarecimentos.



Prefeitura

A Prefeitura informou ao G1 que Martinópolis registrou 12,8 milímetros de chuva nestas quarta-feira (8) e quinta-feira (9).

Os lugares mais afetados foram a parte central do município, o bairro Hélio Nastari e a Vila Alegrete, além da Escola Estadual Coronel João Gomes Martins e do Departamento Municipal de Trânsito.

"A Prefeitura, por meio da Defesa Civil e da Assistência Social, está mobilizando diversos setores da municipalidade para atender, em caráter emergencial, todos os danos e prejuízos causados pelas fortes chuvas que ocorreram na cidade. Dentre as ações, estão a disponibilização de lonas e a verificação de telhas danificadas. Até o momento, nenhuma residência foi interditada", salientou o Poder Executivo.

Ainda de acordo com a Prefeitura, está sendo oferecido atendimento apenas de forma emergencial, neste primeiro momento.

A realização de obras depende de análise técnicas.