Fechar
Esportes

Corinthians busca empate com Bragantino; times não entram no G-4

03 de Outubro de 2021

00h42

Fonte: https://ge.globo.com

Quem viu, não se arrependeu...
A 23ª rodada do Campeonato Brasileiro ainda tem muitos jogos a serem realizados, mas o empate por 2 a 2 entre Red Bull Bragantino e Corinthians neste sábado, em Bragança Paulista, já pode ser considerado um dos melhores jogos dessa etapa. Ou até mesmo da edição 2021 até agora. Além de terem feito um primeiro tempo de bom futebol e boas oportunidades, Massa Bruta e Timão reservaram para o segundo tempo muita emoção. Os donos da casa abriram o placar com Luan Cândido no começo da etapa final e depois ampliaram com Hurtado, aos 38. Mas quando o jogo parecia resolvido, Renato Augusto diminuiu com um golaço aos 44, e Mosquito empatou aos 50 minutos, confirmando o status de “jogão” para o duelo. Dessa forma, o Red Bull Bragantino vai para cinco jogos sem vencer na competição (três empates e duas derrotas), e o Corinthians aumenta para nove a invencibilidade (quatro vitórias e cinco empates).

Como fica?
Com o empate, Red Bull Bragantino e Corinthians aparecem empatados com 34 pontos, mas o time do interior paulista, com um jogo a menos, está à frente no saldo de gols (8 a 3). Ambos podem perder posição no final desta rodada.

Primeiro tempo
Red Bull Bragantino e Corinthians fizeram uma etapa inicial muito boa em Bragança Paulista. Só faltaram gols para coroar as boas atuações das duas equipes. O Timão foi mais perigoso, é verdade. Só não abriu o placar porque Cleiton fez boas defesas em chutes de Renato Augusto e Róger Guedes, e Fabricio Bruno desviou o que seria gol de Willian após boa jogada pela esquerda. Do outro lado, Cássio também levou alguns sustos, mas não foi tão exigido. Ytalo teve boa chance de cabeça, Jadsom e Cuello chegaram também em boas condições, mas erraram nas finalizações. No geral, Massa Bruta e Timão propuseram o jogo desde os primeiros minutos e proporcionaram um duelo cheio de oportunidades e alternativas em campo.

Segundo tempo
As duas equipes mantiveram o bom futebol na etapa final. Logo aos quatro minutos, após lançamento de Fagner, Gabriel Pereira saiu na cara do gol. Mas pegou mal demais na bola e mandou para fora. Cinco minutos depois, GP acionou Róger Guedes, que cortou o zagueiro e tocou de bico, na trave. A resposta do Bragantino, dessa vez, foi com gol. Aos 10 minutos, aproveitando rebote, Luan Cândido abriu o placar. Logo na sequência, em tentativa de cobertura, Renato Augusto quase empatou. Mas Cleiton fez grande defesa. No minuto seguinte, Cantillo teve boa chance, mas chutou na rede pelo lado de fora. Só que, apesar da insistência do Timão, foi o Massa Bruta que ampliou. Aos 38 minutos, após sobra de lance de Eric Ramires, Hurtado marcou para o Red Bull Bragantino. O lance foi anulado em campo, por impedimento, mas validade após revisão do VAR. Sem desistir, o Timão diminuiu aos 44, com um golaço de Renato Augusto após tabela com Róger Guedes, e empatou aos 50, com Mosquito.