Fechar
Região

Polícia Ambiental aplica multa após encontrar aves em cativeiro e anilha adulterada

29 de Outubro de 2021

06h01

Redação Bastos Já – com informações cedidas por João Mário Trentini

A Polícia Militar Ambiental multou em R$ 2.000,00 um morador de Pompeia que mantinha em sua residência de forma irregular quatro pássaros da fauna silvestre nativa, sendo dois com sinais de adulteração de anilhas. O caso de natureza “Por ter em cativeiro espécimes da fauna silvestre nativa e adulteração de anilha”, foi registrado pelos policiais ambientais cabo Valdemir, cabo Wagner e soldado Natanael, no Bairro Olmira, nessa quinta-feira, dia 28.

Segundo os policiais ambientais, em atendimento a denúncia sobre pássaros em cativeiro, se deslocaram até o endereço para averiguar a veracidade da denúncia e em contato com o morador o mesmo autorizou a entrada em seu quintal e informou ser criador amador. Durante a fiscalização ficou constatado irregulares em um Sabiá Pardo e um Iraúna, que estavam sem anilhas de identificação. Em outras duas Iraúnas haviam indícios claros de adulteração nas anilhas.

Diante dos fatos, foi elaborado em desfavor do infrator o auto de infração ambiental por ter em cativeiro espécimes da fauna silvestre nativa, sem autorização do órgão competente, na modalidade de multa simples no valor de R$ 2.000,00, conforme artigo 25 parag. 3° inc. III da resolução SIMA-05/21. As duas aves sem anilhas foram apreendidas e soltas em seu habitat natural. Já as aves anilhadas foram apreendidas e depositadas temporariamente com infrator.