Fechar
Região

Prefeitura de Adamantina doa cestas básicas e paga contas de água e energia para famílias necessitadas

16 de Dezembro de 2021

10h59

Por: Natacha Dominato | Comunicação/Prefeitura de Adamantina

Os anos de 2020 e 2021 foram anos marcados pela restrição de circulação de pessoas, pois era necessário fazer com que a Covid-19 infectasse o menor número de pessoas, inflação alta, redução das oportunidades de emprego, entre outras situações atípicas que afetaram muitas pessoas.

Neste contexto, a Assistência Social passou a ser um órgão fundamental para o auxílio à população que mais precisava de benefício do poder público.

Em 2021

Em Adamantina, apenas em 2021, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social, entregou 1.740 cestas básicas, pagou contas de água e energia elétrica no montante de R$ 31.996,68; prestou auxílio funeral de R$ 19.162,00. Todos esses investimentos integram o benefício eventual que foram pagos com recursos próprios totalizando R$ 147.378,68.

Para auxiliar as famílias que estão em situação de vulnerabilidade, risco social e pessoal e insegurança alimentar, o Governo do Estado de São Paulo encaminhou ao município mais 329 cestas básicas, que resultaram em um montante de R$ 25.401,07.

De acordo com a secretária de assistência social, Andreia Regina Ribeiro, antes da pandemia, o município atendia cerca de 40 famílias e agora o número saltou em média para 200 atendidos por mês.

“Gostaria de agradecer ao Poder Executivo e a Secretaria de Finanças que não mediram esforços durante todo o período para conceder o benefício a população e, ainda, ao CMAS que tem nos apoiado na execução das atividades”, reforça.

Para a concessão do benefício, a família é atendida por uma equipe técnica que faz o acolhimento e avaliação social. A partir disso, a cesta é entregue e, ainda, realizado o encaminhamento para inclusão em outros programas e serviços da Assistência Social e outras políticas públicas, caso a pessoa seja beneficiária.

Além das famílias que recebem a cesta básica pela pasta, são atendidos pelas organizações da sociedade civil (entidades do município que são apoiadas pela Prefeitura através do repasse de subvenção) cerca de 300 famílias.

“Para poder entregar o benefício a todas as famílias, a secretaria de assistência social cruza as listas com as entidades a fim de evitar a duplicidade”, afirma.

Ano passado

Em 2020, o município concedeu 1.766 cestas básicas e comprou 1.295. Para isso, foram investidos R$ 90.650,00. A pasta ainda efetuou o pagamento de contas de água e de energia elétrica somando R$ 7.235,38.

O município ainda utilizou em recursos próprios R$ 15.257,70 como auxílio funeral. Ao todo, Adamantina investiu R$ 113.143,08 para auxiliar as famílias que estavam em situação de vulnerabilidade, risco social e pessoal e, ainda, insegurança alimentar.

“Caso alguma família esteja precisando da concessão do benefício eventual ou venha a precisar, a orientação é que entre em contato com a nossa secretaria para agendamento”, orienta Andreia.

A secretaria lembra que a população pode entrar em contato com a pasta sempre no horário de funcionamento da pasta, que acontece todos os dias da semana das 7h às 11h e das 13h às 17h.

Regulamentação do benefício

O benefício eventual é regulamentado pela lei 3.745 de 22 de fevereiro de 2017 e, ainda, na resolução nº8 de 15 de maio de 2020 do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS).

Sobre

A Secretaria de Assistência Social funciona na Alameda Dr. Armando Sales de Oliveira, nº367 – Centro e o horário de atendimento é de segunda a sexta-feira das 7h às 11h e das 13h às 17h. Mais informações podem ser obtidas pelo (18)3521-1900 ou 3521-2011.