Fechar
Região

Polícia Ambiental multa tupãense por manter pássaro preto em cativeiro

31 de Janeiro de 2022

18h24

Redação Bastos Já

A Polícia Militar Ambiental multou em R$ 500,00 um morador de Tupã por manter um pássaro preto em cativeiro. O boletim de ocorrência, de natureza “manter espécime em cativeiro”, foi registrado pelos policiais ambientais 2º sargento Santos, cabo Oliveira, cabo Rodrigueiro e cabo Martiniano, no Jardim Carajás, nesta segunda-feira, dia 31.

Segundo os policiais ambientais, atendendo denúncia se deslocaram até o endereço dos fatos onde constataram a existência de um pássaro preto, sem sinais de ferimentos e maus tratos, em desconformidade com a documentação apresentada no local, mantido irregularmente em cativeiro e sem autorização do órgão ambiental competente.

Foi lavrado auto de infração ambiental com penalidade de multa simples no valor de R$ 500,00, por incorrer no disposto no Artigo 25, §3º, Inciso III, da resolução SIMA 05/21. “É a Polícia Militar Ambiental na vanguarda do combate ao aquecimento global, por meio da conservação da biodiversidade alinhada ao desenvolvimento econômico sustentável".