Fechar
Região

PM de Tupã detém indivíduo natural de Parapuã e apreende 262 pinos com droga

02 de Junho de 2022

10h07

Redação Bastos Já – com informações da Polícia Militar

Um indivíduo de 36 anos, natural de Parapuã (SP) e morador em Tupã (SP), foi preso por tráfico de entorpecentes e 262 pinos contendo substância esbranquiçada aparentando ser de cocaína foram apreendidos, no início da noite dessa quarta-feira, dia 1. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar, equipe de Força Tática do 1º sargento Fantes, cabo Alan e cabo Pacheco, e o fato aconteceu por volta das 18h28 na Rua João Marin Berbel, Conjunto Habitacional Antônio Pereira Gaspar, em Tupã.

De acordo com os policiais militares, durante patrulhamento, com intuito de coibir furtos e roubos, visualizaram, em sentido contrário, um Gol em uma rua de acesso a estrada Bairro São Gonçalo e, como havia denúncia que este carro estaria sendo usado no tráfico, foi feito o retorno e seguiram atrás do veículo, porém, na Rua João Marim Berbel o motorista, ao perceber que seria abordado, arremessou uma sacola pela janela esparramando pinos roxos pelo chão e empreendeu fuga.

Os PMs informaram também que, logo após jogar a sacola, o motorista entrou com o veículo no meio do mato, desembarcou e fugiu correndo pelo pasto, más foi acompanhado e alcançado e, após resistir a abordagem, foi detido e na revista pessoal foi localizado R$ 69,00 em notas trocadas e um celular e 92 pinos contendo substância esbranquiçada aparentando ser de cocaína que estavam em uma sacola no interior de uma blusa que havia sido dispensada pelo indiciado durante a fuga.

A equipe informou que, em revista no veículo foram encontrados mais 125 pinos com cocaína e durante vistoria no local onde teria sido arremessado a sacola amarela foram localizados mais 45 pinos roxos também com a mesma substância. Os 262 pinos roxos contendo em seu interior substância esbranquiçada aparentando ser cocaína, dinheiro, veículo e abordado foram apresentados na Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde segundo a PM o indiciado permaneceu a disposição da Justiça.