Fechar
Região

Morador de Pompeia é autuado por ter ave silvestre em cativeiro

19 de Julho de 2022

18h29

Redação Bastos Já – com informações de João Mário Trentini

A Polícia Militar Ambiental aplicou multa de R$ 500,00 em um morador de Pompeia (SP) flagrado mantendo um pássaro silvestre - ave da espécie Papagaio-Verdadeiro “amazona aestiva” – em cativeiro, nesta terça-feira (19). A ocorrência foi registrada pelos policiais ambientais cabo Mendes, cabo Martins e cabo De Almeida. O fato aconteceu no Bairro Quebra Coco.

Segundo a Polícia Ambiental, a equipe se deslocou até o Bairro Quebra Coco, município de Pompéia, para averiguar uma denúncia de um pássaro silvestre em cativeiro e no endereço o morador franqueou a entrada dos policiais e acompanhou a vistoria, sendo que foi visualizado o Papagaio-verdadeiro “Amazona aestiva”, acondicionado em uma gaiola de ferro. 

Ainda de acordo com os policiais ambientais, a ave não apresentava sinais de maus tratos e estava em local adequado, com alimentação e água a disposição, porém, foi elaborado em desfavor do morador o auto de infração ambiental por ter em cativeiro espécime da fauna silvestre nativa sem autorização do órgão ambiental competente. A ave e a gaiola foram apreendidos.

A Polícia Militar Ambiental informa que, “O fato de ter em cativeiro animal silvestre nativo, configura, em tese, crime contra o meio ambiente, capitulado no Artigo 29, §1º, inciso III, da Lei Federal nº 9605/98”. “É a Polícia Ambiental na vanguarda do combate ao aquecimento global, por meio da conservação da biodiversidade alinhada ao desenvolvimento econômico sustentável”.

A ocorrência será encaminhada via ofício a Delegacia de Polícia Civil de Pompeia.