Fechar
Esportes

Atacantes em baixa: Deyverson passa a ter média de gols inferior à de Borja no Palmeiras

03 de Maio de 2019

13h41

Fonte: globoesporte.globo.com

A última partida de Borja pelo Palmeiras foi em 23 de março, quando desperdiçou duas grandes chances diante do Novorizontino, pelo Campeonato Paulista. Desde então, nas oito partidas seguintes, o titular foi Deyverson, que também acabou não correspondendo.

O novo titular balançou a rede uma só vez nesse período, na vitória por 3 a 0 sobre o Junior Barranquilla, em São Paulo.

Na última quarta-feira, quando perdeu boa oportunidade de desempatar o duelo com o CSA, em Maceió, chegou a 13 partidas (com três gols) no ano. A média, portanto, passou a ser inferior à de Borja, que tem três gols em 12 partidas.

O centroavante colombiano nem viajou a Maceió, segundo o Palmeiras, devido a uma pancada sofrida que fez com que um pequeno vaso sanguíneo estourasse na parte de trás do joelho esquerdo. Desde quarta-feira, porém, ele já tem feito atividades físicas.

Sem jogar, Borja já não descarta uma transferência. O problema é que, para comprar 70% de seus direitos econômicos em 2017, o Palmeiras pagou US$ 10,5 milhões (cerca de R$ 34 milhões, na época), investimento que o clube não abre mão de recuperar.

Dos nove gols marcados nos últimos três jogos do Palmeiras, nenhum partiu de um atacante. Foram anotados pelo zagueiro Gustavo Gómez, o lateral-direito Marcos Rocha e os meio-campistas Zé Rafael (duas vezes), Gustavo Scarpa (duas vezes), Raphael Veiga, Moisés e Bruno Henrique.

Além de Deyverson e Borja, que vivem má fase na temporada, o técnico Luiz Felipe Scolari tem como opção de centroavante Arthur Cabral. Contratado do Ceará neste ano, ele fez um gol em duas partidas disputadas e ainda não teve nenhuma oportunidade como titular.