Fechar
Esportes

Hernanes se diz ansioso por pausa da Copa América para buscar melhor condição no São Paulo

03 de Junho de 2019

15h23

Fonte: globoesporte.globo.com

Hernanes, do São Paulo, acredita em um segundo semestre melhor individualmente. O jogador quer usar a paralisação para a Copa América, entre junho e julho, para buscar seu condicionamento físico ideal.

Em 2019, Hernanes participou de 21 dos 31 jogos do São Paulo na temporada (incluindo o Torneio da Flórida). Ele abriu o ano com um desequilíbrio muscular, sofreu uma tendinite na perna direita (fevereiro), um estiramento na coxa esquerda (março) e um incômodo na coxa direita (maio).

Perguntado sobre se o torcedor voltaria a ver o Hernanes de 2017 agora, o meia de 34 anos disse o seguinte:

– Eu nunca fui tão profissional. Quer dizer, eu sempre fui. Mas nunca fui mais profissional do que nos últimos meses em toda a minha vida. Eu preciso encontrar a minha forma. Quando eu estava decolando, no meu melhor momento, voltei a sentir um desconforto. Estou bastante ansioso com essa pausa, porque sei que vou ter tempo de descansar e treinar como se deve, preparar o corpo para um segundo semestre em condição física muito melhor.

No último domingo, Hernanes foi substituído no intervalo do empate com o Cruzeiro, no Pacaembu, com um incômodo muscular. Foi uma medida de precaução da comissão técnica.

– Eu queria voltar, mas a comissão técnica preferiu ser prudente e não arriscar a ter mais uma lesão e perder mais dois jogos. Então acho que foi uma decisão acertada e vou estar disponível – disse Hernanes.

Diante dos protestos recentes da torcida do São Paulo, o ídolo disse entender o lado dos tricolores. A eliminação para o Bahia nas oitavas de final da Copa do Brasil aumentou a pressão no clube.

– Tem que voltar os resultados. O torcedor quer ver o time ganhar, ficou chateado com mais uma eliminação. A gente entende isso. Não estou orgulhoso com o resultado, mas o time tem se entregado. Diante do Cruzeiro, que é muito bom, a gente brigou até o fim pelo ponto. Estou orgulhoso pela entrega. Vamos arrumar, a gente não desiste. Estamos com o torcedor, não estamos satisfeitos. Eles têm total direito de xingar e cobrar. A gente tinha três derrotas consecutivas. Agora já conseguimos um ponto. Fizemos um gol... Total esperança para os próximos jogos.

Com o empate diante do Cruzeiro, o São Paulo chegou aos 12 pontos no Brasileirão. Antes da paralisação para a Copa América, o time enfrentará Avaí e Atlético-MG – ambos fora de casa.