Fechar
Esportes

Tira-teima: além da vaga, Santos e Atlético-MG jogam por liderança geral em confronto histórico

06 de Junho de 2019

15h14

Fonte: globoesporte.globo.com

Poucos duelos do futebol brasileiro são tão equilibrados quanto Santos e Atlético-MG. Nesta quinta-feira, às 20h (de Brasília), Galo e Peixe vão medir forças pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, no Pacaembu. Além da classificação para a próxima fase e o aumento do prêmio financeiro, o confronto valerá a vantagem no histórico dos jogos entre os dois times.

No geral, Atlético-MG e Santos já se enfrentaram 99 vezes, com 37 vitórias para cada lado e 25 empates. O equilíbrio é tão grande que reflete também no número de gols. São 148 gols para os mineiros e 148 para os paulistas, que terão o tira-teima valendo a classificação para as quartas da Copa do Brasil.

O jogo 99 entre os clubes, na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, não teve gols ou vencedor. O empate por 0 a 0 deixou o confronto equilibrado. Qualquer novo empate leva a decisão para os pênaltis. Quem vencer, fica com a classificação. E com mais R$ 3,15 milhões nos cofres pela vaga.

Dos 99 jogos disputados, três foram pela Copa do Brasil. Além do 0 a 0 desta edição, Santos e Atlético-MG jogaram em 2010, com o Galo vencendo no Mineirão e o Santos na Vila Belmiro. Melhor para o Peixe, que perdeu por 3 a 2 e venceu por 3 a 1, levando a vaga graças ao número de gols marcados e arrancando para o título daquele ano.

apitão do Atlético-MG, o zagueiro Réver aposta no bom momento do time para tentar voltar com a classificação do Pacaembu. Vice-líder no Brasileiro, o Alvinegro goleou o CSA na última rodada.

- Eu acredito que o momento não é nada do que nós esperávamos. Nós sabemos da nossa capacidade, sabemos que temos que evoluir ainda, que podemos dar mais. Temos um jogo importante na quinta-feira, diante de uma grande equipe e vamos buscar dar o nosso melhor fora de casa para trazer a classificação.

Do lado santista, Everson ressalta o bom jogo feito no Independência e a força do Santos ao lado de sua torcida para sair classificado e garantir o lugar do Peixe nas quartas de final.

- Jogo difícil. No primeiro jogo fizemos uma grande partida. Jogar no Independência não é fácil. Agora vamos jogar na nossa casa, do lado do nosso torcedor, para que a gente possa fazer um bom jogo e dentro dos 90 minutos buscar a nossa classificação - analisou.

Além do jogo desta quinta-feira, Santos e Atlético-MG vão se enfrentar também no domingo, mas pelo Campeonato Brasileiro. A partida é um confronto direto da parte de cima da classificação na caça ao líder Palmeiras.