Fechar
Esportes

Convocações e saída precoce de Rodrygo abrem espaço para evolução de Marinho no Santos

09 de Junho de 2019

16h59

Fonte: globoesporte.globo.com (clique aqui e leia a matéria no Globo Esporte)

Marinho mal chegou ao Santos e já pode se tornar uma peça fundamental no elenco do técnico Jorge Sampaoli. Em apenas duas semanas no clube, o atacante se mostrou entrosado com o restante do elenco e, nas duas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro, terá espaço para mostrar que pode ser o substituto ideal para Rodrygo.

Com Derlis González e Cueva na Copa América, a concorrência por uma vaga no setor ofensivo do Santos diminuiu. Além disso, a não desconvocação de Rodrygo da seleção olímpica pela CBF ampliou ainda mais as chances de Marinho ser novamente titular do Peixe neste domingo, às 19h (de Brasília), quando o time enfrenta o Atlético-MG, na Vila Belmiro.

O jogo terá transmissão ao vivo do Premiere para todo o país, com narração de Odinei Ribeiro e comentários de Sérgio Xavier. O GloboEsporte.com acompanha em tempo real, com vídeos, e faz uma "live" depois do jogo com análise dos comentaristas e entrevistas dos técnicos e jogadores dos dois times.

Desde que foi anunciado pelo Santos, Marinho teve uma semana de treinamentos antes de estrear, na vitória do Peixe sobre o Ceará, em Fortaleza, no último fim de semana. Apesar de ter jogado apenas dez minutos em sua estreia, o camisa 31 foi bem na partida e agradou.

No jogo seguinte, Marinho foi titular do Santos pela primeira vez. Apesar da derrota – e eliminação – para o Atlético-MG, pela Copa do Brasil, o atacante foi, novamente, um dos destaques positivos da equipe e recebeu a melhor nota do Peixe nas atuações do jogo.

Agora, com confiança e espaço no elenco, Marinho tem dois jogos antes da pausa da Copa América para tentar se firmar como mais um dos "intocáveis" de Sampaoli.

Com os desfalques garantidos para os jogos contra Atlético-MG, neste domingo, e Corinthians, na quarta-feira, o treinador argentino terá quatro opções principais de ataque: Marinho, Soteldo, Uribe e Eduardo Sasha.

Por isso, se aproveitar bem os dois jogos que tem pela frente, Marinho, que foi contratado como reposição imediata para a saída de Rodrygo, vendido ao Real Madrid, deve ganhar moral com Sampaoli e virar uma peça importante no esquema do argentino.

No entanto, apesar de ter ido bem nos dois primeiros jogos que fez com a camisa do Santos, ainda há a possibilidade que Marinho comece o jogo deste domingo no banco de reservas. Por ter atuado os 90 minutos na quinta-feira, o atacante pode ser poupado por Sampaoli caso o treinador entenda que ele não está 100% recuperado do jogo anterior.

Vale lembrar que, mesmo com o mistério de Sampaoli, um possível Santos para enfrentar o Atlético-MG é o seguinte: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo (Jean Mota), Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Jorge (Felipe Jonatan); Diego Pituca, Jean Lucas e Carlos Sánchez (Soteldo); Marinho e Uribe (Eduardo Sasha).

A escalação do Santos para o jogo contra o Galo só deve ser liberada minutos antes da partida. Com ou sem Marinho na equipe titular, o Peixe precisa se recuperar da eliminação sofrida pelo mesmo adversário há três dias e somar mais três pontos para chegar à pausa para a Copa América entre os líderes.